27/08/2015 às 16h26min - Atualizada em 27/08/2015 às 16h26min

Festival de Viola e Gastronomia de Piacatuba traz sabores de Norte a Sul de Minas

Um dos destaques do Festival de Gastronomia é a renomada chef Vanessa Bellini, que fará sua estreia à frente do Restaurante Quintal Goumert Manga Rosa.

Fernanda Espíndola - Assessoria de Imprensa do Festival
Vanessa Bellini Ramos de Andrade

Quando se fala em Minas, qual a primeira ideia que vem a sua cabeça? A gastronomia, claro! E é justamente a mistura de temperos e sabores peculiares da cozinha mineira um dos atrativos da 13ª edição do Festival de Viola e Gastronomia de Piacatuba, que acontece entre os dias 8 e 12 de outubro, na pequena Piacatuba, localizada na Zona da Mata e a 322 km de Belo Horizonte. Considerado um dos eventos de maior destaque do calendário cultural de Minas Gerais, o Festival é produzido e coordenado por Maria Lúcia Braga e tem patrocínio do Ministério da Cultura e da Energisa, com apoio da Fundação Ormeo  Botelho, Câmara e Prefeitura Municipal de Leopoldina.

Apesar de priorizar sempre a tradicional viola caipira, atraindo violeiros de todo o país e fomentando a música de raiz de qualidade, o Festival de Piacatuba ganhou fama nacional e encanta milhares de turistas por reunir num só espaço grandes shows, exposições de artesanato, oficinas de culinária, teatro e uma gastronomia diversificada, que agrada a todos os paladares. Para reforçar a missão de valorizar o sabor e a cultura das Gerais, a linguiça foi escolhida como tema do Festival 2015 e promete dar um sabor especial aos pratos e estilo de cada chef.

Na edição de 2015, um dos destaques do Festival de Gastronomia é a renomada chef Vanessa Bellini, que fará sua estreia à frente do Restaurante Quintal Goumert Manga Rosa. Como chef, Bellini tem se dedicado a explorar e criar com as riquezas dos ingredientes regionais, pratos elaborados, mas sem perder a simplicidade de suas origens e tradições. Seus trabalhos são marcados por explorar novas misturas de temperos, aromas e texturas e é com esse sentimento e carinho pela Culinária de Minas que ela elaborou um cardápio especial para os visitantes de Piacatuba, com pratos temperados com muitas surpresas e que remetem ao gostinho da família Mineira.

-Seguindo a tendência em explorar o melhor das culinárias regionais, vamos utilizar a linguiça tipicamente mineira e, como guarnição, o pirão de leite, típico da culinária do Sertão da Bahia. Uma fusão que originou o Baianeira, nosso prato tema para o Festival- adiantou Bellini, que vê a culinária brasileira como o resultado de uma grande mistura de tradições, ingredientes e alimentos.

-Cada região do país tem sua peculiaridade gastronômica e sua culinária adaptada ao clima e à geografia. Por isso, é difícil estabelecer um prato típico brasileiro. No entanto, para o Festival, vamos valorizar em nosso cardápio vários ingredientes típicos brasileiros como: quiabo, farinha de mandioca, rapadura, goiabada, milho, queijo e linguiça, reproduzindo pratos com alguma característica das regiões brasileiras”, completou a chef.

Vanessa Bellini Ramos de Andrade é descendente de italianos, cresceu em Alfenas (MG) e atualmente mora e trabalha em Salvador (BA), onde está à frente do Centro de Treinamento LA BELLINI atuando como instrutora e consultora gastronômica em todo Brasil. A paixão pela gastronomia vem de família, com o pai sempre presente na cozinha, e dessa mistura de culturas e sabores. Passou por São Paulo, onde fez o curso de cozinha internacional pelo Senac de Campos de Jordão e de Taubaté, atuou no mercado gastronômico paulista e desde então tem participado e organizado eventos e cursos com chefs de cozinha nacionais e internacionais.

Assessoria de Imprensa do Festival - Fernanda Espíndola


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »