12/09/2015 às 17h42min - Atualizada em 12/09/2015 às 17h42min

Idosos selecionados vivem em harmonia na Vila Dignidade

Condomínio é resultado de parceria entre Prefeitura e Estado.São 22 casas, sendo cada uma com 44 m2 de área construída

Idosos selecionados vivem em harmonia na Vila Dignidade (Foto Ney Sarmento).

Os idosos beneficiados com as unidades da Vila Dignidade, inaugurada no último dia 15 de agosto, na Vila Cecília, já estão ocupando as residências. A Vila Dignidade é um conjunto de 22 casas destinadas exclusivamente para idosos autossuficientes com mais de 60 anos, renda mensal de até um salário mínimo, que vivam sozinhos ou possuam vínculos familiares extremamente fragilizados.

As mudanças começaram na semana seguinte à entrega oficial do condomínio. O aposentado João Teresa Rosa, 85 anos, foi um dos primeiros a chegar à Vila Dignidade. “Aqui pra mim é o segundo paraíso. Ou melhor, é o primeiro, já que ainda não conheço o outro”, brincou ele, que é muito católico e por isso montou um pequeno altar, com orações e santos de devoção, em sua nova cozinha. “Eu vivia em Jundiapeba, num lugar que não gosto nem de falar, e todos os dias pedia a Jesus que me desse uma casa. Agora estou aqui, muito feliz e agradecido”, garante ele, é natural de Campos Novos de Cunha (SP) e vive em Mogi das Cruzes desde 1946, quando chegou para trabalhar.

Na cerimônia de entrega do condomínio, dona Maria Piedade Targino, 66 anos, era uma das mais emocionadas e essa emoção continua com ela desde que se mudou para a casa de número 19. “Minhas lágrimas são de alegria e agradecimento. Eu já sofri muito, faço acompanhamento de saúde, mas agora estou me sentindo mais tranquila porque sei que tenho um lugar para viver até o fim da minha vida. Está tudo muito bom”, afirma. A aposentada cuidou com carinho de cada cantinho de sua nova casa, reservando um lugar especial para o peixinho

Beta, única companhia que trouxe da antiga morada, em Jundiapeba.
Mas, na Vila Dignidade, novas amizades já estão surgindo. “Nós conversamos bastante e vamos ao supermercado juntas”, explica dona Zélia da Conceição Ranal, 70 anos, que prefere sair acompanhada devido ao alto grau de comprometimento da sua vista esquerda. “Esse é o único problema de saúde que eu tenho, mas já estou em tratamento. De resto, me sinto muito bem e bastante disposta”, garante ela, que saiu do Distrito de Quatinga para viver na casa de número 15.

As mudanças de todos os idosos beneficiados com as unidades da Vila Dignidade foram feitas com apoio da equipe da Secretaria Municipal de Assistência Social. “Estamos entrando na fase de discussão das regras de convivência e gestão do equipamento, como ocorre em qualquer outro condomínio”, informa a secretária municipal de Assistência Social, Eliana Prado Mangini.

A Vila Dignidade é resultado de uma parceria firmada entre a Prefeitura de Mogi das Cruzes e o Governo do Estado de São Paulo. O equipamento foi construído num terreno de 5,3 mil metros quadrados, com total infraestrutura e acessibilidade aos idosos, além das áreas comuns, como salão social e jardim. São 22 casas, sendo cada uma com 44 metros quadrados de área construída, sala conjugada à cozinha, dormitório, banheiro, área de serviço e espaço externo nos fundos.

Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Mogi das Cruzes


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »