19/03/2016 às 07h57min - Atualizada em 19/03/2016 às 07h57min

CREAS de Leopoldina desenvolve abordagem social aos cidadãos em Situação de Rua

Atualmente são acompanhados 5 mulheres e 4 homens naturais de Leopoldina em situação de rua, porém todos têm algum tipo de referência familiar ou moradia.

O Serviço de Abordagem Social faz intervenções nas ruas nos períodos da manhã, tarde e noite.
Já é do conhecimento de todos que o CREAS - Centro de Referência Especializado de Assistência Social - desenvolve trabalho de Abordagem Social, de forma contínua e programada, com a finalidade de identificar os cidadãos em Situação de Rua. O Serviço busca resolver as necessidades imediatas destas pessoas, garantindo-lhes seus Direitos Sociais. Na maioria das vezes o Serviço de Abordagem Social encontra migrantes e os encaminha para os demais serviços, conforme suas necessidades. Aos migrantes atendidos, o CREAS fornece passagens para a cidade de origem, e demais atendimentos, como: documentação, acolhida em Casa de Passagem, encaminhamento para serviço de saúde e entidades socioassistenciais.

Além dos migrantes, a Equipe do Serviço de Abordagem Social identifica os cidadãos em Situação de Rua, realiza atendimento inicial das necessidades e os mesmos passam a ser acompanhados pela equipe técnica do CREAS. Atualmente são acompanhados 5 mulheres e 4 homens naturais do município de Leopoldina em situação de rua, porém todos têm algum tipo de referência familiar ou moradia. Em Situação de Rua no município, tendo vindo de outras localidades e permanecendo na cidade, são 2 homens.

O trabalho de construção de saída das ruas é muito complexo. O primeiro fator dificultador se deve ao fato dessas pessoas terem perdido os vínculos afetivos com os familiares. Porém, o mais importante a se considerar é que todos os cidadãos em Situação de Rua atualmente no município têm alguma Dependência Química por álcool e drogas. A equipe de Abordagem Social tenta estabelecer laços de confiança e vínculo com estas pessoas, e tem atualmente todo o histórico de vida dos mesmos. Também a equipe do CREAS, através de assistentes sociais e psicólogos, tenta intervir junto aos mesmos buscando construir conjuntamente estratégias para saída das ruas, em conjunto com os CRAS - Centro de Referência de Assistência Social.

Uma característica bem interessante do grupo de cidadãos nessa situação no município de Leopoldina é que a maioria deles passa o dia nas ruas e a noite retorna para suas casas. O Serviço de Abordagem Social faz intervenções nas ruas nos períodos da manhã, tarde e noite, e atende pelo telefone de plantão: 9 8426-9206.

Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Leopoldina.
Informações e foto: Secretaria Municipal de Assistência Social. 
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »