29/08/2016 às 10h36min - Atualizada em 29/08/2016 às 10h36min

Jorge Iglesias, ex-aluno de Edson Bob Mateus Inácio é destaque no basquete do Flamengo

Atleta foi formado na escolinha de basquete do SESI em Leopoldina junto com Cleryson e Denis, também atuando em clubes do Rio de Janeiro

Fontes: Blog Garrafão Rubro Negro e Globo Esporte
Jorge Iglesias brilhando no basquete do Flamengo
Apesar da pouca idade, Jorge Iglesias já tem dois títulos profissionais no currículo: Estadual e NBB. O jogador, que deve fazer a função de homem do garrafão, vai agregar mais uma experiência na carreira: disputar a LDB. Décimo personagem da série, Jorge opinou sobre o novo desafio e afirmou que só o título interessa ao Flamengo.

Passagem pelo adulto como motivação - "Ter descido para atuar numa categoria em que todos têm praticamente a mesma idade que a minha é uma grande oportunidade para eu melhorar meu rendimento. Vou poder passar um pouco da experiência que peguei no adulto para os mais jovens e acho que isso pode ajudar. Nossa expectativa é de fazer um ótimo campeonato."

Formato da LDB e consequências nos treinos - "Esse torneio pegou a gente meio que de surpresa, pois não estava no nosso planejamento jogar tão cedo assim. Tivemos que reduzir os treinos e aumentar a intensidade, mas estamos pegando pesado. Se trata do campeonato mais valioso da base e temos que dar valor, mesmo sabendo das dificuldades."

Confiança no grupo como todo - "Acredito muito no trabalho da nossa comissão técnica. São caras que se dedicam muito em nos ajudar tanto dentro, como fora de quadra, sempre nos proporcionando o melhor ambiente. O fato de integrarem o adulto passa uma tranquilidade muito maior nas horas decisivas." 

Meta pessoal  - "É uma conquista eu ainda não tenho, então, vou batalhar demais. Nosso time é muito bom e deu para perceber isso nessas três semanas de treinamentos. Estamos entrosados. Se Deus quiser, vamos trazer esse título para o Flamengo. Confio bastante no grupo que formamos."
Edson 'Bob' Mateus Inácio foi professor de Jorge Iglesias

Para refrescar a memória
Escola de basquete do Sesi revelou 3 atletas para equipes cariocas
Projeto contava com 110 alunos em diversas modalidades que ficaram ‘órfãos’ devido ao fechamento da Unidade do Sesi em Leopoldina.

Por Giovanni Nogueira Rodrigues

O atleta leopoldinense Cleryson da Silva Ramos  estreou no dia 9 de março no Campeonato do Estado do Rio de Janeiro pelo Fluminense na categoria sub-19.  Ele iniciou no trabalho que vinha sendo realizado no SESI Leopoldina e sempre se destacou por sua altura e os tiros de média e curta distância além dos rebotes defensivos e ofensivos. Na primeira partida pelo campeonato, Cleryson contribuiu muito para a vitória do Fluminense por 73 a 64 marcando 10 pontos. Com esta atuação, ele pretende se firmar no cenário do basquete do estado do Rio de Janeiro. 


Revelando atletas

Com Cleryson no Fluminense, sobe para três o número de atletas que saíram das categorias de base do trabalho desenvolvido na Unidade do Sesi Leopoldina para um cenário esportivo mais avançado. Primeiro foi Denis de Souza que defendeu, na temporada de 2012, no Campeonato Carioca, o Botafogo. Atualmente, além de Cleryson pelo Fluminense, temos o atleta Jorge Iglesias Jr defendendo o Clube de Regatas Flamengo no nacional da modalidade, o NBB – Novo Basquete Brasil. O ingresso de Jorge Iglesias Junior e Cleryson Ramos para equipes de ponta do cenário esportivo nacional demonstra o bom trabalho desenvolvido pelo professor Edson Bob à frente do SESI Leopoldina. Bob, como é mais conhecido, enquanto treinador de basquete pelo SESI, conquistou o campeonato estadual das Unidades SESI em 2012, na cidade de Betim.

Parcerias

Com este currículo, o professor de Educação Física Edson Bob está em busca de parceiros para um projeto que resgate os 110 alunos que ficaram ‘órfãos’ devido ao fechamento da Unidade do Sesi em Leopoldina. "O bom trabalho iniciado não pode parar por aqui, prova disto são os três atletas que saíram da escolinha de basquete do Sesi Leopoldina e estão jogando em clubes importantes do país, queremos continuar este trabalho, onde o objetivo primordial é a  educação, a socialização, a criação de hábitos saudáveis, além da formação de atleta", diz esperançoso o professor Edson Bob. Hoje o espaço utilizado para as categorias de base é o Ginásio Poliesportivo do CEFET Leopoldina.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »