16/09/2016 às 08h21min - Atualizada em 16/09/2016 às 08h21min

Mês do Alzheimer terá cerca de 100 ações em Minas Gerais

Campanha da ABRAz em parceria com o Aché chama a atenção para a importância do diagnóstico precoce, direitos e cuidados com pacientes

No mundo, cerca de 45 milhões de pessoas são impactadas pela Doença de Alzheimer (DA), segundo estimativa da organização Alzheimer's Disease International (ADI). Só no Brasil, a doença impacta 1,2 milhão de pessoas. Para conscientizar a população sobre a doença e alertar para a importância do diagnóstico precoce, a Associação Brasileira de Alzheimer (ABRAz) promove o Mês do Alzheimer em setembro, em parceria com o Aché.

Em todo o Brasil, serão cerca de 100 iniciativas em 18 estados em que a ABRAz atua, com atividades durante todo o mês. Em Belo Horizonte (MG), a campanha contará com debate sobre direitos dos Idosos e atividades informativas, além de ações de conscientização em praças da cidade no Dia Mundial da Doença de Alzheimer - 21/9 (mais informações abaixo).

Em 2016, a ABRAz está presente nas cinco regiões do país, atendendo mais de quatro mil familiares por mês. As ações promovidas em todo o Brasil buscam chamar a atenção da sociedade e dos governos para a situação da Doença de Alzheimer no país e para os direitos dos doentes. “Também é fundamental alertar para os problemas enfrentados pelos cuidadores, que são pessoas que contribuem com o tratamento dos pacientes, sejam familiares ou profissionais”, explica Maria Leitão Bessa, presidente da ABRAz.

Segundo Thais Cuperman Pohl, neurologista e gerente Médica da área de Sistema Nervoso Central do Aché, um dos efeitos mais preocupantes da doença é a perda do funcionamento cognitivo. “A Doença de Alzheimer responde pela metade das causas de demência no mundo”, afirma. De acordo com a ADI, a cada quatro segundos um novo caso de demência é detectado no mundo – e a previsão é de que, em 2050, haja uma ocorrência a cada segundo.

Para a especialista, a campanha é fundamental, pois leva informações para as pessoas lidarem da melhor forma com a doença e alerta para a busca pelo diagnóstico precoce e o tratamento. “No Brasil, apenas 14% da população com a doença recebe tratamento adequado. Se detectada no início da doença, a progressão da DA pode ser desacelerada e os sintomas da doença podem ser melhor controlados, permitindo que o indivíduo viva com mais qualidade de vida”, explica Thais.

Programação de atividades em Belo Horizonte (MG):

Grupo de Apoio - ABRAz - Regional Minas Gerais

Direitos do Idoso

Data: 19/9

Palestrante: Dra. Michelly Siqueira

Local: Lar Dona Paula – Henrique Gorceix, Nº315, Padre Eustáquio

Horário: 19h às 21h

Visitas a Casas de longa permanência. Ação informativa aos cuidadores e familiares

Data: 20/9

Local: Lar Ozanan

Horário: 8h às 12h

Dia Mundial da Doença de Alzheimer - Ação de Conscientização e Informação

Data: 21/9

Locais:

- Praça da Liberdade

- Praça Sete

- Praça da Rodoviária

Informações para imprensa

CDI Comunicação Corporativa

Deyvis Drusian Gomes (11) 3817-7994 – deyvis@cdicom.com.br

Flávia Tavares (11) 3817-7914 – flavia@cdicom.com.br

Cláudia Santos (11) 3817-7925 – claudia@cdicom.com.br


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »