30/10/2016 às 22h00min - Atualizada em 30/10/2016 às 22h00min

'Acabou coxinha, acabou mortadela. Agora o papo é quibe', diz Kalil

Eleito prefeito de BH, o empresário disse que vai tentar apaziguar os ânimos e promete conversar com todos os partidos

Ailton do Vale e Pedro Rocha Franco
O Tempo
Alexandre Kalil é eleito prefeito de BH (Moisés Silva/OTempo)

“Acabou coxinha, acabou mortadela. Agora, o papo é quibe”, a frase em alusão à polarização política encerrou a entrevista coletiva de Alexandre Kalil (PHS) em meio à confirmação de que o candidato havia sido eleito prefeito de Belo Horizonte.

Aos jornalistas, o prefeito eleito disse que “é hora de apaziguar os ânimos”. Kalil disse que João Leite (PSDB) não telefonou para ele para reconhecer a derrota. Por outro lado, governador Fernando Pimentel (PT) ligou para parabenizá-lo.

“Vamos conversar com todo mundo. Com o PT do governador, com o PSDB e vamos tentar conversar com o Alckmin também”, disse Kalil, excluindo o senador Aécio Neves da fala. E mais: “Vamos tentar conversar com lideranças e expoentes de todos os partidos e com o PMDB, de Michel Temer. Vamos conversar com todos os partidos, somos apartidários. Vamos levar o meu governo para todos. Eu acho que a eleição acabou. Eu que fui tão agredido estou com o coração aberto”, finalizou.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »