27/11/2016 às 19h37min - Atualizada em 27/11/2016 às 19h37min

Vinicius França é agraciado com o título de Grande Benemérito do Flamengo

Em 121 anos de existência, clube carioca tem apenas 93 Grandes Beneméritos sendo o primeiro o ex-presidente Getúlio Vargas.

Edição: Luiz Otávio Meneghite
Sérgio Domingues França, Vinicius França, o presidente do Flamengo Eduardo Bandeira de Mello e Serginho França.
O leopoldinense Vinicius Barbosa França foi homenageado na sexta-feira, 25 de novembro, em solenidade realizada no Salão Nobre da Sede do Clube de Regatas Flamengo, do Rio de Janeiro, com o título de Grande Benemérito pelos serviços de grande relevância prestados ao clube do qual já foi diretor. Até hoje, após 121 anos de existência, o Flamengo possui 93 Grandes Beneméritos, sendo o primeiro deles o ex-presidente da República Getulio Vargas.  Vinicius França foi o 93º a receber a honraria.

Entre os presentes destacamos os ex-presidentes do Flamengo Antônio Augusto Dunshes de Abrantes, George Helal, Hélio Paulo Marcondes Ferraz, o ex-jogador e técnico Evaristo de Macedo. A solenidade foi muito concorrida e emocionante, pois Vinicius convidou seu pai, Sérgio Domingues França e seu irmão Serginho Barbosa França para hastear a bandeira no pavilhão da solenidade, após a qual houve um coquetel.
 
► Sergio França com Michel Assef, presidente do Conselho de Grandes Beneméritos

     
 Grande Benemérito do Flamengo
 
Há poucos sócios que se tornam grandes beneméritos do Flamengo. O título é restrito para quem por período igual ou superior a dez anos, contados da data da concessão da benemerência, continuou prestando serviços relevantes ao clube. Os serviços relevantes prestados ao Clube de Regatas do Flamengo são aqueles reconhecidos e como tais considerados a juízo da Comissão e do Conselho de Grandes Beneméritos, que é hoje é presidido por Michel Assef. Esse conselho é o guardião da memória rubro-negra e o Flamengo é muito seletivo na distribuição de títulos honoríficos. Só se confere grande benemerência para quem presta serviços para o clube.

Serginho França com o Ministro do Esporte Leonardo Picciani e o Presidente do Flamengo Eduardo Bandeira de Mello.

Sergio França com o ex-presidente  George Helal

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »