13/12/2016 às 16h40min - Atualizada em 13/12/2016 às 16h40min

Governador Fernando Pimentel entrega 1º Prêmio Inova Minas Gerais

Objetivo do concurso é valorizar ideias e iniciativas de servidores públicos que tenham impacto positivo na prestação de serviços à população

O governador Fernando Pimentel presidiu nesta terça-feira (13/12), no Auditório JK, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, a solenidade de entrega do 1º Prêmio Inova Minas Gerais. O concurso, lançado pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), com apoio da Fundação João Pinheiro (FJP), tem como objetivo estimular a inovação e eficiência no governo.

Pimentel destacou o sucesso das iniciativas premiadas e a relevância das ações para melhorar cada vez mais a vida da população mineira. “Tem muita coisa na vida pública que nos desestimula, nos deixa com sentimento de desesperança. Mas há coisas importantes, que nos deixam esperançosos. E, nesta manhã, estamos mostrando como o serviço público de Minas Gerais é capaz de produzir bons resultados.

O objetivo de um prêmio como esse é valorizar iniciativas, chegar perto das pessoas, tornar mais fácil aquilo que facilita a vida do cidadão. E aqui, ideias aparentemente simples, na verdade, têm um conteúdo e um simbolismo muito grande”, afirmou.

O governador ressaltou o caminho que tem traçado pela sua gestão de fazer pequenas entregas, porém importantes e regionalizadas. “Tenho dito que nosso governo está sendo e será, por escolha nossa, um governo de pequenas entregas. Pequenas, porém importantes, que simbolizam o nosso contato com a Minas real, onde as pessoas labutam no seu dia a dia, enfrentam realidades duras”, afirmou. “Para estar perto dela temos de ter criatividade, buscar a inovação. O serviço público tem um defeito original: sempre busca manter as coisas como elas são. Temos que mudar isso. Manter as coisas é congelar uma realidade que é desigual, injusta. Temos que abrir o serviço público para que as coisas aconteçam. Um prêmio como esse mostra que nós estamos no caminho certo”, completou.

Nesta primeira edição, 16 trabalhos foram premiados, todos de autoria de servidores do Executivo mineiro. Doze receberam prêmios em dinheiro e quatro receberam menções honrosas. Foram entregues R$ 5 mil para os primeiros colocados de cada modalidade, R$ 3,5 mil para os segundos colocados e R$ 2 mil para os terceiros colocados. As menções honrosas foram destinadas aos trabalhos que possuem grande relevância técnica.

O secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães, salientou a relação do prêmio com a “cara da atual gestão”. “Cuidamos para que fossem estimuladas iniciativas concretas que dizem respeito à vida dos milhões de mineiros e à capacidade do Estado de melhorar os serviços públicos e a interação com a população. Todas essas experiências, as centenas que foram apresentadas aos comitês julgadores, têm essa característica, que é um pouco o que o governador tem insistido como a marca da nossa gestão”, destacou o secretário, que agradeceu o empenho dos servidores públicos estaduais “que, nesse mar de dificuldades que estamos enfrentando, têm se dedicado ao trabalho em prol da população de Minas Gerais”.
 
O prêmio

Foram recebidos 232 trabalhos, dos quais 187 foram avaliados por atenderem aos requisitos especificados no edital. Trinta e três trabalhos foram selecionados para concorrer como finalistas. A lista com os selecionados foi publicada na edição de 12 de outubro último do Diário Oficial (“Minas Gerais”). Os trabalhos foram avaliados por uma comissão formada por técnicos de diversos órgãos de governo de Minas Gerais e pesquisadores da Fundação João Pinheiro com expertise nas temáticas sinalizadas e pelos membros do Núcleo Central de Inovação e Modernização Institucional (NCIM).


 
Premiados:
Categoria: Ideias Inovadoras Implementáveis
Modalidade: Inovação em Processos Organizacionais
Menção honrosa: Minas Comunica: jornalismo colaborativo na gestão pública em cenários de contingenciamento de recursos
Terceiro lugar: Utilização de dados extraídos do site TripAdvisor para elaboração de indicadores do turismo em Minas Gerais
Segundo lugar: Busca ativa de emprego Sine-MG
Primeiro lugar: Consultores Estatais
 
Modalidade: Inovação em Políticas Públicas
Menção honrosa: Farmácia de Todos em suas mãos
Terceiro lugar: Cidade Inclusiva: Libras na CAMG
Segundo lugar: #AquiTemDH
Primeiro lugar: Programa Escola Legal – PEL
 
Categoria: Iniciativas Implementadas de Sucesso
Modalidade: Inovação em Políticas Públicas
Menção honrosa: E-book “Contos de Minas”
Terceiro lugar: Mediação de Conflito como Processo de Transformação Social
Segundo lugar: Feira da Agricultura Familiar e Urbana da Cidade Administrativa - Do Campo pra CA!
Primeiro lugar: Estratégia da Regionalização da Assistência Farmacêutica (Eraf)
 
Modalidade: Inovação em Processos Organizacionais
Menção honrosa: Escritório Digital” - Abolição do papel e aposta na tecnologia como ferramenta para se reinventar a atividade de apoio ao trabalho do Procurador do Estado de Minas Gerais”
Terceiro lugar: Otimização do processo de programação e distribuição de cotas orçamentárias
Segundo lugar: A qualidade do gasto público como ferramenta de enfrentamento à crise hídrica de 2015 em Minas Gerais
Primeiro lugar: MG App: mobilidade na prestação de serviços públicos no Estado de Minas Gerais


SEGOV - Governo de Minas - Central de Imprensa/Fotos: Manoel Marques/Imprensa MG
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »