15/12/2016 às 08h45min - Atualizada em 15/12/2016 às 08h45min

UEMG foi placo do II Encontro de Cultura Afro-brasileira e Indígena: Educação, Cultura e História

A palestra da noite ficou a cargo do professor Manuel Jauará, doutor em sociologia pela USP e docente da Universidade Federal de São João Del Rei.

A abertura foi feita pela diretora Beatriz Bento
A UEMG de Leopoldina promoveu em suas dependências anexas ao Polivalente, no dia 31 de novembro, com uma participação expressiva do público externo, bem como da comunidade acadêmica local, o II Encontro de Cultura Afro-brasileira e Indígena: Educação, Cultura e História, organizado pelo NEAB da Unidade Leopoldina, promoveu um profícuo bate-papo entre três sacerdotes umbandistas e uma plateia composta em sua maioria por futuros educadores com atuação nas séries iniciais.

A abertura foi feita pela diretora da UEMG, Beatriz Bento de Souza e logo após aconteceu a exibição do documentário Firma o Guia Povo do Santo, cujos personagens e territórios do sagrado pertencem a própria comunidade onde está estabelecido o campus da UEMG. Houve debate com a participação de Inácio Frade, Claudia Conte, Ádalo Domiciano, Edvaldo Franquido Donato do Vale e Ricardo Netto Lacerda.
Palestra proferida por Manuel Iauará  Keba
A palestra da noite ficou a cargo do professor Manuel Jauará, doutor em sociologia pela USP e docente da Universidade Federal de São João Del Rei. O especialista em história e cultura africana discorreu sobre inúmeras questões que ainda hoje necessitam ser mais bem conhecidas para não reproduzirmos novamente uma história permeada por equívocos e falsificações.
Participantes do evento na UEMG

Fonte: Marcela Barroso Domingues Klimek-Comunicação da UEMG Leopoldina

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »