28/12/2016 às 22h57min - Atualizada em 29/12/2016 às 18h57min

Polícia aguarda resultado do laudo e continua investigando caso do feto encontrado no lixo em Leopoldina

Necropsia pode esclarecer mecanismos, efeitos e causas que levaram ao óbito

João Gabriel B. Meneghite
Um feto foi encontrado dentro de uma sacola plástica no início da noite de quarta-feira (28/12), na Rua Santa Filomena, centro de Leopoldina. De acordo com a Polícia Militar, um morador naquela região foi conferir o que estava ocasionando mau cheiro e se deparou com o feto dentro de uma sacola que estava posicionada ao lado de vários sacos de lixo.

Outro morador nas imediações em comentário feito no facebook  à matéria postada no Jornal Leopoldinense Online, disse: “o  cheiro na rua estava muito forte, e no final do dia, ficou mais intenso, começando a juntar inúmeras moscas ao redor da sacola. Acredito que ninguém tenha desconfiado de algo tão deprimente”.

A perícia foi acionada, realizando os serviços de praxe e encaminhando o corpo para o IML – Instituto Médico Legal.  No mesmo dia, a reportagem do jornal Leopoldinense foi até a sede da 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil para obter mais informações, no entanto, naquele momento, não obteve dados complementares da ocorrência.

Já nesta quinta-feira (29/12), entramos em contato com a Assessoria de Imprensa da Polícia Civil, em Belo Horizonte, que confirmou a instauração de um inquérito pela 3ª Delegacia Regional de Leopoldina. Todo levantamento de informações foi feito para dar prosseguimento às investigações. Também foi realizada uma necropsia -  que é feito por um médico legista e tem como objetivo esclarecer os mecanismos, efeitos e causas que levaram ao óbito. A Polícia Civil aguarda o resultado do laudo e continua apurando as informações.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »