25/10/2017 às 13h54min - Atualizada em 25/10/2017 às 13h54min

ARTE BOA PRAÇA – quarta edição

O Arte Boa Praça é um projeto de difusão cultural de grande alcance quanto à idade, gênero e situação sociocultural do público envolvido, e que tem importante papel sócio-cultural para a cidade, pois promove valores artístico-culturais, estimula o convívio social, oportuniza a apresentações de artistas locais, democratiza o acesso aos meios culturais e mantém as portas da arte abertas para nossa população.
 
Nessa quarta edição, em 2017, para garantir diversidade e qualidade artística em sua programação, o projeto oferecerá oficinas, shows musicais instrumentais e espetáculos teatrais de artistas e grupos reconhecidos no cenário cultural brasileiro.
E tudo de GRAÇA, na PRAÇA!
 
O Arte Boa Praça é uma realização da Fundação Simão José Silva e do Ministério da Cultura.

Apoio da Prefeitura Municipal de Cataguases, através da Secretaria de Cultura e Turismo.

Patrocínio do Grupo Bauminas, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura.
 
 
PROGRAMAÇÃO:
 
CATAGUASES (MG)
local: Praça Simão José Silva, Bairro Bela Vista (em frente à Policlínica Municipal)
 
Dia 8 de Nov. 2017 (quarta-feira)
19h30: Grupo TOCA de Teatro, de Cataguases (MG) sessão especial, às 15h30, para alunos de escolas da rede pública.

20h30: Show Mestrinho & Nicolas Krassik.

Dia 9 Nov. 2017 (quinta-feira)
19h30: Cia. TRUKS Teatro de Bonecos, de São Paulo (SP)
sessão especial, às 15h30, para alunos de escolas da rede pública.
20h30: Show Warley Henrique.

 
Dia 10 Nov. 2017 (sexta-feira)
19h30: Rádio OSQUINDÔ - O SHOW!, de Mariana (MG).
20h30: Show Pereira da Viola.
 
Dia 11 Nov. 2017 (sábado)
19h30: Apresentação dos Alunos da Oficina de Iniciação Teatral da Casa de Cultura Simão.
20h30: Show Felipe Continentino.

 
Programação completa no website:
http://www.fundacaosimao.org.br/arteboapraca/index.html
 
 
EVENTOS:
 
Show MESTRINHO & NICOLAS KRASSIK


Foto: Rodrigo Ramalho

Virtuoso e carismático, o duo formado pelo sanfoneiro brasileiro MESTRINHO e pelo violinista francês NICOLAS KRASSIK apresenta um repertório vibrante e dançante, que vai de Jacob do Bandolim e Garoto a Dominguinhos, Sivuca, Chico Buarque e Baden Powell, além de músicas autorais dos dois instrumentistas."Nilopolitano" (Dominguinhos), "Desvairada" (Garoto), "Diabinho Maluco" (Jacob do Bandolim), "Feira de Mangaio" (Sivuca e Gloria Gadelha), "João e Maria" (Sivuca e Chico Buarque) e "Formosa" (Baden Powell e Vinicius de Moraes), entre outras canções, compõem o roteiro do disco.
 
Show WARLEY HENRIQUE


Foto: Alexandre Rezende

Warley Henrique é músico desde os 15 anos de idade. Nascido e criado no bairro Concórdia, em Belo Horizonte, onde começou a frequentar a escola de samba Inconfidência Mineira e rodas de samba.Músico autodidata premiado na cidade e no Brasil (5 prêmios do BDMG Cultural, Rumos Itaú Cultural - SP, Prêmio da Música Brasileira - RJ, Prêmio Nabor Pires de Camargo - SP, entre outros), com três CDs gravados, Warley já dividiu e dirigiu vários artistas consagrados, como D'Ivone Lara, Elza Soares, Fabiana Cozza, Mestre Monarco da Portela e Nelson Sargento.Hoje é considerado pela crítica e por artistas do ramo das cordas, como Paulinho da Viola, uma das referências nacionais no seu instrumento – o cavaquinho de 5 cordas.
 
Show PEREIRA DA VIOLA


Foto: Vilmar Oliveira

Cantor, compositor e violeiro, Pereira da Viola é um destes raros exemplares de músicos ligados à sua origem, que conservam ao longo de sua carreira as características marcantes de sua história pessoal, da terra onde cresceu, de sua gente e de seu aprendizado musical.Nascido na Comunidade Quilombola de São Julião – município de Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, em Minas Gerais, Pereira é filho de foliões: João Preto (sanfoneiro) e Mãe Augusta (cantadeira de Folia de Reis e de todo tipo de cantigas de roda, batuques e brincadeiras). Ainda criança, Pereira da Viola acordava à noite ao som das folias que visitavam sua casa trazendo violas, sanfonas, caixas de folia e muita cantoria. Neste ambiente sonoro.
 
Show FELIPE CONTINENTINO QUARTETO


Foto: Paula Dante

Felipe Continentino, de 26 anos, nascido em Belo Horizonte e criado em Cataguases, é baterista e compositor estudante de Música Popular na UFMG. Lançou seu primeiro disco solo em 2012, no Savassi Jazz Festival e também no Rio de Janeiro e na Argentina, nas cidades Azul e La Plata.Já trabalhou com grandes nomes da música: Mike Moreno, Toninho Horta, Danilo Caymmi, Roberto Menescal, Teco Cardoso, André Mehmari, Leo Gandelman, Fábio Torres, Juarez Moreira, Affonsinho, entre outros.
Neste show, Felipe Continentino, baterista e compositor, se junta a Marcus Abjaud (piano/sintetizador), Bruno Vellozo (baixo) e Matheus Barbosa (guitarra).
 
Espetáculo “MEMÓRIAS DE UM PALHAÇO”
Grupo TOCA, de Cataguases (MG)


Foto: Bruna Nogueira

A história do amor de um palhaço pela filha do dono do Circo. Uma tragicomédia que aborda os dramas dos relacionamentos humanos, traz fragmentos de jornais de cartazes de circo de 1914, um convite a emoções simples.Texto e direção: Fabrício Sereno.Atores: Fernanda Godinho, Emerson Morais, Robson Machado, Felipe Ribeiro, Jefferson Oliveira.Apoio: Júlia Gomes e Paloma Fernandes. Figurino, adereços e cenários: Emerson Morais e Fernanda Godinho.Produção executiva: Flávia Massena.
 
Espetáculo “O SENHOR DOS SONHOS”
Cia. TRUKS Teatro de Bonecos, de São Paulo (SP)

Foto: HENRIQUE SITCHIN

O espetáculo conta a história de Lucas, um velho e bem sucedido escritor, que relembra os tempos de sua infância, quando era um menino criativo, engraçado, simpático e, principalmente, sonhador! Ao confrontar as mirabolantes aventuras de Lucas com a necessidade que o menino tem de "ajustar-se" às regras sociais, o espetáculo discute, mesclando momentos divertidos com outros de delicada e leve poesia, o conflito em que se vivem as crianças, ao terem que se equilibrar, como que sobre uma corda bamba, entre a fantasia e a realidade.
 
Espetáculo “RÁDIO OSQUINDÔ - O SHOW!”
Clube OSQUINDÔ, de Mariana (MG)


Rádio OSQUINDÔ - O SHOW! (Foto: Bruna Nogueira) 

RÁDIO OSQUINDÔ - O SHOW! é o primeiro trabalho produzido pela Banda Osquindô. Um grande sucesso que inaugurou o formato musical e cênico que é marca das criações da Banda. O show reflete nosso afeto pelas culturas da infância e pelo universo das festas brasileiras.RÁDIO OSQUINDÔ já foi visto em mais de 130 cidades, integrou alguns dos principais festivais e circuitos brasileiros. É um mergulho na essência da infância e promove uma deliciosa mistura de cantigas de roda e de festas, jogos e brincadeiras, parlendas e ritmos brasileiros.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »