25/07/2020 às 17h33min - Atualizada em 25/07/2020 às 17h24min

Mudanças no calendário eleitoral.

Por causa da pandemia, as eleições, que tradicionalmente ocorrem no primeiro domingo de outubro, nesse ano seria no dia 4, foram   transferidas para o dia 15 de novembro. Vale lembrar que no passado as eleições ocorriam nessa data. Tendo em vista o feriado da Proclamação da República – que tem tudo a ver com o tema.

Em relação ao segundo turno, não é o nosso caso, já que Leopoldina só tem um turno, passou do dia 25 de outubro para o dia  29 de novembro.

É bom deixar registrado que mudanças ainda podem ocorrer. O novo calendário eleitoral permite que ocorra adiamento de votações em lugares onde a taxa de contaminação por Covid-19 estiver alta. Mas a ideia é que as eleições ocorram ainda nesse ano. Sendo a data limite o dia 27 de dezembro.

A alteração no calendário eleitoral muda tudo. A começar pela desincompatibilização: afastamento dos funcionários públicos que serão candidatos. Devem ocorrer três meses antes do dia da votação.  Dessa forma, passou do dia 4 de julho para o dia 15 de agosto.

As convenções partidárias, as quais definem as candidaturas, ocorreriam entre 20 de julho a 5 de agosto passou para 31 de agosto a 16 de setembro. Já o prazo de registro de candidaturas passou do dia 14 de agosto para 26 de setembro.

A liberação da propaganda eleitoral e comícios que estavam previstos para começarem no dia 15 de agosto passou para o dia 27 de setembro.

Essas novas regras deram aos pré-candidatos um pouco mais de tempo. Um fôlego a mais para algumas pré-candidaturas que tentam se viabilizar. Dessa forma, nada mudou. Continuamos com nove pré-candidatos: Brenio Coli (PSD), Claúdia Conte (PT),  Godelo (PCdoB), Kélvia (PHS),  Marco Antônio (PRB), Marcos Paixão (REDE), Pedro Junqueira (PL) , Ricardo da Paf Pax (PSB) e Rodrigo Pimentel (PV).

Política é como futebol. A partida só acaba quando o juiz apita. Decisões podem ocorrer aos 45 minutos do segundo tempo. Algumas podem ocorrer nos acréscimos. Na política é a mesma coisa, temos relatos de mudanças de lado a poucos segundos do prazo final. Apoio sendo mudado em cima da hora.

Dessa forma, teremos que aguardar até a 00:00 hora do  dia 27 de setembro para de fato conhecermos os candidatos a prefeito.  Afinal, até as 23:59 minutos  do dia 26 de setembro muita coisa pode ocorrer. É justo nesses poucos segundos que as coisas costumam ocorrer. 

Até lá, a gente vai tentando adivinhar para onde cada um parece está indo. Digo, parece que está indo, pois a gente nunca sabe para onde os políticos vão. Como dizia o ex-governador de Minas, Magalhães Pinto: "Política é como uma nuvem. Você olha ela está de um jeito. Olha de novo, e ela já mudou”.


 
Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »