21/07/2018 às 20h45min - Atualizada em 21/07/2018 às 20h45min

Atividades do Projeto Sócio Ambiental e obras do PAC avançam em Leopoldina

A construção da ETE – Estação de Tratamento de Esgoto está em nível bem adiantado, e será um cartão postal para a cidade.

Iago Geraldo Xavier (*)
A Secretaria Municipal de Assistência Social deu início às atividades do Projeto Sócio Ambiental que tem como objetivo acompanhar a intervenção física do Esgotamento Sanitário dos córregos Jacareacanga e Três Cruzes, contribuindo para fomentar um novo comportamento da população frente aos cursos d’água.

Em dezembro de 2017 foi realizada a atividade de inauguração do projeto na Praça Félix Martins com a participação de grupos culturais, apresentação de dança e coral, além de Blitz educativa de trânsito com distribuição de Folder explicativo, com informações sobre a obra.

A partir de janeiro de 2018, as ações Sócio Ambientais foram dirigidas à população dos bairros que serão beneficiados diretamente com a obra de esgotamento sanitário, sendo realizados eventos de divulgação e orientação nos bairros, Bela Vista, São Cristóvão, Jardim Bela Vista, São Sebastião, Thomé Nogueira e Verônio Rezende.

As obras de intervenção física atingiram 17% de sua totalidade, em junho de 2018 e estão programadas para serem concluídas em dezembro de 2019, tendo percorrido os Bairros Thomé Nogueira, São Sebastião, Jardim Bela Vista, adentrando neste mês de julho o Bairro São Cristóvão, mais precisamente a Rua Funchal Garcia.

A construção da ETE – Estação de Tratamento de Esgoto está em nível bem adiantado, e será um cartão postal para a cidade.

Conforme nos informou a equipe técnica social, a população tem aceitado muito bem a intervenção, que apesar do grande benefício é acometida por mudanças na sua rotina. Já houve necessidade de mudança de trajeto de transporte coletivo e particulares, assim como mudança no trajeto de transporte escolar; situações estas administradas pela empresa e pela Prefeitura Municipal, com apoio da população.

A participação da comunidade é essencial para o sucesso da obra e do trabalho sócio ambiental. Para garantir a transparência das ações e a participação popular, foi criado um Comitê de Moradores e um Comitê Jovem. O Comitê de Moradores tem como membros os Presidentes das Associações de Bairros, líderes religiosos, representantes da comunidade escolar, moradores dos bairros Bela Vista, São Cristóvão, Fortaleza e Três Cruzes e os jovens moradores destes bairros. O Comitê se reunirá oficialmente a cada quatro meses (ao longo dos 27 meses de Projeto) e extraordinariamente, caso haja necessidade de se discutir alguma mudança no Projeto ou caso ocorra algum dano causado pela intervenção física.

Foram iniciadas as Reuniões Itinerantes, que acontecerão ao longo de dez meses, com a população. Estas reuniões tem um objetivo educativo e de orientação, iniciando com a temática do LIXO. Uma das maiores mudanças necessárias no hábito da população se refere ao comportamento em relação ao LIXO que é depositado de maneira indiscriminada nas ruas e nas margens dos córregos.

O Projeto Sócio Ambiental, com duração de 27  meses, estando no seu oitavo mês de execução, ainda conta com muitas atividades educativas que serão realizadas nas escolas e com a comunidade.

O objetivo de se promover a preservação do meio ambiente e a melhoria da qualidade de vida da população do município, só será possível com o apoio e participação da população.









(*) Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Leopoldina

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »