24/04/2019 às 16h16min - Atualizada em 25/04/2019 às 10h31min

Técnico da Copasa revela aos vereadores detalhes de programas que a empresa está desenvolvendo em Leopoldina

Convite partiu do Presidente da Câmara, Waldair Barbosa Costa, que apoia programas que estimula de preservação hídrica no município: Pró-mananciais e Cultivando Água Boa.

Dr. Marco Luiz Teixeira durante sua explanação aos vereadores
Consciente da importância de promover ações visando a preservação de mananciais como forma de garantir o abastecimento público, o Presidente do Legislativo, Waldair Barbosa Costa, foi o autor de um requerimento convidando o Dr. Marco Luiz Teixeira, funcionário da Companhia de Saneamento de Minas Gerais, para explanar sobre o Programa Pró-Mananciais e o Cultivando Água Boa que a empresa está desenvolvendo no município.
 
A explanação ocorreu durante a reunião ordinária realizada no dia 16 de abril. Inicialmente, o convidado informou que, há 30 anos, trabalha na Copasa e que recentemente assumiu o setor sócio-ambiental que está desenvolvendo o Programa Pró-Mananciais, cujo objetivo é promover a proteção e recuperação de mananciais, ou seja, fontes de água, superficiais ou subterrâneas, que podem ser usadas para o abastecimento público. Segundo ele, anualmente a Copasa destina 0,5% de seu faturamento para ações do meio ambiente, apenas no ano passado foram R$18 milhões.
 
Dr. Marcos explicou que, em Leopoldina, foi criado o COLMEIA – Coletivo Local do Meio Ambiente, do qual é o secretário, que participa das etapas de diagnóstico, planejamento, construção e acompanhamento de ações no município, de maneira participativa e colaborativa. Ele aproveitou para fazer a apresentação dos seus membros voluntários, mencionando convênios com Emater e Epamig, além das atividades de educação ambiental desenvolvidas nas escolas Judith Lintz Guedes Machado e na Escolinha da Comunidade dos Coelhos.
 
O convidado discorreu sobre a escolha do município para receber o programa, já que a Copasa está presente em 645 municípios, cerca de 80% do estado. “Leopoldina tem um dos melhores índices de qualidade da água na região”, citando a nascente primária do Rio Pirapetinga, bem como outras localidades com mananciais. Ao mesmo tempo, fez questão de relatar alguns problemas enfrentados, tais como a ausência de saídas de água nas estradas vicinais ou a poluição gerada pela ação humana.
 
Dr. Marcos Teixeira ainda relatou aos presentes uma situação ocorrida na região do 104, em que um morador colocou uma bomba num poço e está arcando com o pagamento da conta de energia elétrica, equivalente ao consumo da referida bomba. Além disso, ele também comentou que o Poder Público canalizou o esgoto naquela região e todos os dejetos humanos estão caindo no manancial. Ele apontou como solução o redirecionamento do esgoto e a divisão entre os moradores da energia gasta no poço. O Secretário enfatizou que a região possui água suficiente para atender a demanda da população.
 
Durante sua explanação, Dr. Marcos explicou sobre o Programa Pró-Mananciais, relatando que a Copasa entra como agente financiador, juntamente com outros parceiros. Segundo ele, o programa propõe uma abordagem sistêmica e integrada, voltada à sustentabilidade e ao meio ambiente, com ampla participação comunitária e responsabilidade compartilhada, direcionando a utilização da água como base da vida.
 
Durante sua palestra, o secretário apresentou vídeos e registros fotográficos de ações implementadas no município. Antes de concluir, o convidado ficou à disposição para responder às perguntas dos vereadores e do público presente, momento em que foram feitos outros esclarecimentos pertinentes sobre o tema.

Na avaliação do vereador Waldair Barbosa Costa, a participação do Dr. Marcos foi muito importante no sentido de conscientizar a população sobre a necessidade de preservar os mananciais existentes no município. “Somente através da educação ambiental será possível promover uma ampla conscientização na população. Afinal, cuidando dos mananciais será possível garantir para as atuais e futuras gerações uma água com padrão de qualidade adequado aos respectivos usos”.
 
Sobre os problemas citados pelo Dr. Marcos, o parlamentar garantiu que a Câmara Municipal cobrará ações efetivas do Poder Executivo para a solução destas situações. Sobre a situação da Comunidade 104, Waldair já apresentou uma indicação sugerindo que a Prefeitura Municipal passe a ser responsável pelo pagamento da conta de energia elétrica referente ao consumo da bomba colocada no poço.

O Presidente do Legislativo reconheceu que o Programa Pró-Mananciais chegou em boa hora e sua divulgação numa sessão da Câmara serviu para difundir conhecimentos sobre o assunto. “Todos temos que valorizar e apoiar essas ações de sensibilização, mobilização e de educação ambiental, as quais promoverão uma mudança de hábitos e costumes”.
 
Para o parlamentar, o programa contribuirá para a formação de cidadãos mais conscientes de sua responsabilidade com o meio ambiente. “Desta forma, acredito que será possível contribuir para um futuro com mais disponibilidade hídrica”, concluiu. 
 
Fonte> Câmara Municipal  de Leopoldina

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »