04/07/2019 às 08h51min - Atualizada em 15/07/2019 às 08h51min

São Cristóvão, padroeiro dos motoristas, será festejado durante uma semana em Leopoldina

Programação inclui celebrações de missas, música ao vivo, barraquinhas, benção de veículos, sorteio de prêmios e carreata pelas ruas da cidade.

Edição> Luiz Otávio Meneghite
Cristóvão é um nome que significa o que leva Cristo ou aquele que carrega o Cristo.
O próximo ‘Dia de São Cristóvão’, será em 25 de julho de 2019, uma quinta-feira. Esta é uma data religiosa que homenageia a figura de um dos santos católicos mais populares do mundo: São Cristóvão, o padroeiro dos viajantes e peregrinos. O Dia de São Cristóvão coincide com o Dia do Motorista, justamente porque São Cristóvão é considerado o padroeiro dos caminhoneiros, taxistas, motoristas e viajantes em geral.
 
Em Leopoldina o culto a São Cristóvão será transformado em festa com duração de uma semana no período de 20 a 28 de julho tendo à frente a Comunidade de São Cristóvão e o Sindicato dos Trabalhadores Autônomos de Veículos Rodoviários de Leopoldina. A Comissão de Festas é formada pelos Conselhos Administrativo e Pastoral da Paróquia de São Benedito, com os Padres Eduardo Carneiro Tavares e Custódio Jacinto Souza.
 
Segundo a programação divulgada haverá Missas todos os dias a partir de sábado, 20 de julho, sempre às 19:00 horas, seguidas do funcionamento das barracas com música ao vivo. Entre os artistas relacionados para a semana: Rodriguinho e Banda, Olair Sanfoneiro e Dil,  Irinho e Natan, Patau e Luciano e Lim do Forró.
 
Na quinta-feira, 25 de julho, haverá procissão saindo da Rua José Gomes Domingues nº 77, às 18h30min seguida de missa festiva em honra a São Cristóvão, com benção das carteiras de motoristas e chaves dos veículos.
 
O encerramento será no domingo, 28 de julho, quando haverá Missa às 13:00 horas, no pátio do Fonte Bela Vista, seguida de carreata com a imagem de São Cristóvão pelas ruas de Leopoldina. Após a carreata haverá benção dos veículos em frente à Capela de São Cristóvão.

História de São Cristóvão

Cristóvão é um nome que significa "o que leva Cristo" ou "aquele que carrega o Cristo", e está intimamente ligado a história do santo. Segundo a lenda de São Cristóvão, este era filho de um rei pagão que o dedicou ao deus Apolo e que se chamava Reprobus. Ele se tornou muito grande e forte (algumas versões dizem que se tornou um verdadeiro gigante) e decidiu que serviria apenas alguém muito forte, poderoso e corajoso. Assim, ele encontrou um rei que achava ser muito poderoso, até ter conhecido Satanás, a quem começou a servir. Para Reprobus nenhum dos dois era corajoso o suficiente.

Reprobus encontra mais tarde um ermita que o converte à fé cristã, embora este ainda não estivesse convencido que deveria jejuar e orar a Cristo. Ele passava os dias ajudando pessoas a atravessarem um perigoso rio, até que um dia, ajudando uma criança a atravessar, notou que ela ia ficando cada vez mais pesada e ele sentiu como se o peso do mundo inteiro estivesse sobre os seus ombros.

Do outro lado, a criança revelou ser o próprio Cristo, Criador do mundo. Daí ele passou a ser conhecido como Cristóvão, "o que carrega Cristo". Ordenado por Jesus a enfiar o seu bastão no chão do deserto, uma palmeira acabou nascendo naquele lugar - um milagre que fez com que muitas pessoas se convertessem ao cristianismo, mas que acabou na morte de São Cristóvão, decapitado pelo rei pagão que governava aquela região.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »