06/11/2020 às 21h03min - Atualizada em 06/11/2020 às 21h03min

Márcio Freire comemorando vitória na eleição de 1996

Luciano Baía Meneghite
Fotografia gentilmente cedida por Antônio Márcio Cunha Freire
O ex-prefeito e médico urologista Antônio Márcio Cunha Freire (PFL), oposição ao governo Zé Roberto, tendo como vice o empresário Darcy Luiz Vasconcelos de Rezende (PL) vence com 13.380 votos o candidato governista, o advogado, professor e contabilista José Newton Ferreira de Oliveira  (PMDB),  seu ex aliado.   Zé Newton tinha como vice, o ex-funcionário do INSS e ex-vereador Ely Rodrigues Neto (PSDB) e recebeu 12.831 votos. A professora Terezinha das Graças Raimundo Silvino (PPS ) recebeu  618 votos.

A campanha foi marcada pelos programas eleitorais transmitidos pela extinta TV Cidade do deputado Sérgio Naya, por disputados comícios e pela comparação dura entre os candidatos a vice-prefeito.

Em 1988 Darcy Rezende, havia sido candidato a vice do candidato do PMDB, Antônio Celso Chaves Junqueira, contra Márcio Freire.  Em 96 foi a última eleição municipal com a utilização de cédulas de papel.

(Com informações da Gazeta de Leopoldina)
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »