18/01/2021 às 17h40min - Atualizada em 18/01/2021 às 17h40min

Monsenhor Guilherme hasteando bandeira no Ginásio

1971

Luciano Baía Meneghite
Fotografia do acervo da Gazeta de Leopoldina
Monsenhor Guilherme de Oliveira em cerimônia de hasteamento de bandeiras na Escola Estadual Professor Botelho Reis em 1971. Ao fundo à esquerda Padre Antônio Chamel.

O antigo Gymnásio Leopoldinense, fundado em 1906 pelos irmãos José e Custódio Monteiro Ribeiro Junqueira, mesmo tendo seu prédio original adquirido com dinheiro público, era particular. Uma escola de elite, em que a maioria da população não tinha acesso. Após crises econômicas, foi assumido pela Diocese de Leopoldina em 1946. Em fevereiro de 1949, o bispo Dom Delfim Ribeiro Guedes designou Monsenhor Guilherme como diretor do então Colégio Leopoldinense. Em 1955 este trabalhou junto à Assembleia e Governo de Minas para sua transformação em Escola Estadual. O que ocorreu através da Lei. 1235.  O leopoldinense Clóvis Salgado, vice de Juscelino, Kubitschek havia assumido o governo naquele ano o que facilitou a questão.  Monsenhor Guilherme tomou posse novamente como diretor da Escola em 1956.

À direita da bandeira na foto, aparece o professor Marcelo Barroso Domingues que sucedeu Monsenhor Guilherme como diretor a partir de 1980.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »