13/05/2016 às 06h19min - Atualizada em 13/05/2016 às 06h19min

VII Encontro do Caminho Novo será realizado em Santos Dumont

Evento foi programado para os dias 17 e 18 de junho com inscrições gratuitas feitas na hora

Edição: Luiz Otávio Meneghite
Será aberto no dia 17 de junho, uma sexta-feira, no auditório da Fundação Educacional São José (antiga Escola Normal), Avenida Getúlio Vargas, 547, Centro- em Santos Dumont, o VII Encontro de Pesquisadores do Caminho Novo com a participação da pesquisadora leopoldinense Nilza Cantoni, integrante da Academia Leopoldinense de Letras e Artes. Nilza Cantoni é Pedagoga, Especialista em História Cultural, pesquisadora da História de Leopoldina.
 
Retomando o assunto abordado no 2º Encontro de Pesquisadores do Caminho Novo, nesta edição a pesquisadora Nilza Cantoni traz mais um aspecto da história de Leopoldina que foi corrigido com a ajuda do método de pesquisa genealógica.
 
Ao eleger trajetórias de vida para estudar as práticas sociais dos povoadores de sua cidade natal, ela produz biografias representativas não pelo que há nelas de singular, mas pelas regularidades que apresentam e que, sintetizadas, permitem um novo olhar sobre a história local, muitas vezes distante do que consta na história oficial daquele município.
 
PROGRAMA
 
17 de junho de 2016 - sexta-feira
Local: Auditório da Fundação Educacional São José (antiga Escola Normal), Avenida Getúlio Vargas, 547, Centro 
 
08:00h – Inscrições gratuitas feitas na hora – vagas limitadas ao espaço físico do auditório – público alvo: pesquisadores e professores
 
08:30h – Abertura – organizadores -  Apresentação dos participantes - Professores Luiz Mauro Andrade da Fonseca e Francisco Rodrigues de Oliveira (Centro de Memória Belisário Pena e Associação dos Amigos do Arquivo Público Altair Savassi – Barbacena)
 
09:00h – “Educação Patrimonial em Santos Dumont” – Professores Bruno Campos Guilarducci, Ana Maria Marques Dias e Marisa Fontes (Prefeitura Municipal de Santos Dumont)
 
09:30h -  “Homens ‘civilizados’, homens de negócios: São João Del Rei e as elites oitocentistas (1822-1842) ” – Prof. Leonardo Bassoli Ângelo (Programa de Pós-Graduação em História – Universidade Federal de Juiz de Fora)
10:00h – intervalo – café
 
10:30h – “Abandono e esquecimento: o patrimônio histórico nos caminhos antigos na Baixada Fluminense” – Prof. Paulo Clarindo (Coordenador do Grupo Amigos do Patrimônio Cultural – Nova Iguaçu – RJ).
 
11:00h -  “A história social através do método de pesquisa genealógica: a genealogia corrigindo lapsos da história. ” – Prof.ª Nilza Cantoni (Leopoldina)
 
11:30h - “Santeiro, além da matéria” – Escultor Luciomar Sebastião de Jesus (Congonhas)
 
12:00h – Almoço
 
14:00h – “Vias de Minas: Caminho Novo e Ferrovias” – Prof.ª Helena Guimarães Campos (Belo Horizonte)
 
14:30h – "O traçado da E. F. Dom Pedro II e suas coincidências com o Caminho Novo". – Prof. Antonio Pastori (Rio de Janeiro).
 
15:00h – "Instituto Federal e a Preservação da Educação Ferroviária" – Prof. André Diniz de Oliveira (Diretor do IFET – Santos Dumont).
 
15:30h – “Os Caminhos de Ernst Hasenclever em Minas Gerais” – Edson Brandão (Secretário de Cultura de Barbacena). Lançamento de livro.
 
16:00h – intervalo – café
 
16:30h – Mesa-redonda “Arquivos Públicos Regionais” – Barbacena (Prof.ª Edna Resende), São João del Rei (Prof. Jairo Machado) e Juiz de Fora (Prof. Antônio Henrique Duarte Lacerda).
 
17:30h – “Santos Dumont nos mapas antigos” – Prof. Antônio Gilberto da Costa (Belo Horizonte – UFMG)
 
18:00h – - “Atuação do Ministério Público de Minas Gerais na defesa do patrimônio cultural da Estrada Real - Caminho Novo” - Dr. Marcos Paulo de Souza Miranda (Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Histórico e Cultural de Minas Gerais).
 
- Exposição e venda de livros relacionados pela Livraria Quarup, de Juiz de Fora, de livros usados, a cargo de Cláudio Luiz da Silva. Livros sobre o Caminho Novo e cidades mineiras. Lançamentos.
 
- Logo após: jantar de confraternização (por adesão) entre os participantes do evento, com música de fundo (roda de choro).
 
18 de junho de 2016 – sábado
09:00h – Turismo cultural pela cidade de Santos Dumont, compreendendo Museu Casa Natal de Santos Dumont, primeiras fábricas de laticínios, Estrada União e Indústria, e Fazenda da Mantiqueira.
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »