01/12/2016 às 20h16min - Atualizada em 01/12/2016 às 20h16min

O nome certo

Luciano Baía Meneghite
Na coluna passada falamos de alguns nomes de logradouros de Leopoldina que com o passar dos anos ficaram meio sem sentido. Há também muita confusão com os nomes de outros locais da cidade.

É comum escutarmos alguém falar na “estaboca” ou “estaboquinha”, mas o nome certo é Taboca ou Taboquinha, que é uma espécie de taquara muito comum no local antigamente.  Lembro que os mais antigos também se referiam ao morro vizinho do Pirineus e Cohab Velha, onde moro, como “Taboca de Cima” ou “Alto da Estaboca”.

 E aonde termina a taboquinha e começa a Vila Esteves?  Alguns dizem ser a Taboquinha só a parte mais antiga próxima à mina d’água, geralmente com casas mais simples e a Vila Esteves a parte mais alta, dominada por casarões. Ou seria tudo uma coisa só? 

 E a área verde em que se localiza o posto da Polícia Ambiental. A grande maioria da população se refere ao local como “Horto”, no entanto o nome oficial é Parque Florestal João Damasceno Portugal.  O horto de Leopoldina se localizava as margens da BR116 no bairro Fortaleza. No caminho para o parque florestal antes da APPL existe o viveiro de mudas do IEF- Instituto Estadual de Florestas.

Já ouvi várias vezes pessoas se referir à via onde se localiza o supermercado Fonte e Posto Novo Milênio como Avenida dos Expedicionários. Na verdade ali ainda é a rua Acácio Serpa - Centro.  A Avenida dos Expedicionários, assim como o bairro Bela Vista têm início após o viaduto da BR116.

 Nada contra o “rebatismo” dos locais com nomes populares, apenas quis lembrar alguns equívocos.
 
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »