13/07/2017 às 06h58min - Atualizada em 13/07/2017 às 06h58min

Vítima de AVC, Vereador Rosalvo não resiste e morre após 24 dias internado

O seu corpo está sendo velado na Capela Mortuária Lions Clube junto ao Cemitério Público Municipal Nossa Senhora do Carmo onde será sepultado às 14:00 horas.

Edição: Luiz Otávio Meneghite
Vitimado por um AVC no dia 19 de junho, o servidor municipal Rosalvo Domiciano Flauzino, 51 anos,  presidente do Sinserpu-Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Leopoldina, faleceu às 02h15min da madrugada desta quinta-feira, 13 de julho, em decorrência da doença que o manteve internado por 24 dias no hospital da Casa de Caridade Leopoldinense. O seu corpo está sendo velado na Capela Mortuária Lions Clube junto ao Cemitério Público Municipal Nossa Senhora do Carmo onde será sepultado às 14:00 horas.O prefeito José Roberto de Oliveira decretou luto oficial por três dias com as Bandeiras do Paço Municipal sendo hasteadas a meio pau.
 
Atestado por documentos médicos, o AVC causou sérios comprometimentos neurológicos em Rosalvo o que o obrigou a se afastar de suas funções na direção do sindicato e na Câmara Municipal de Leopoldina para a qual foi eleito vereador nas eleições de 2016.
 
Já havia uma previsão de longo afastamento de suas atividades tanto no Poder Legislativo quanto na direção do SINSERPU, pois a sua situação era bastante delicada decorrente dos danos neurológicos, sendo impossível previsão de retorno. Rosalvo era funcionário efetivo da Prefeitura Municipal de Leopoldina onde era lotado no quadro de motoristas.
 
Como o jornal Leopoldinense já noticiou em sua versão online, na Câmara ele foi substituído pelo suplente Flávio Lima Neto, o Flavinho do Ônibus de Abaíba e no SINSERPU ele foi substituído pela vice-presidente Sebastiana Célia (Celinha) Robert Tavares. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »