16/08/2017 às 10h31min - Atualizada em 16/08/2017 às 10h31min

Câmara aprova contribuições para concursos leiteiros e Feira da Paz

Projetos foram de iniciativa do Poder Executivo e contemplam os eventos de Tebas e Ribeiro Junqueira

Arnaldo Spindola (*)
Concurso Leiteiro de Tebas (Foto Kalon Moraes)
A Câmara Municipal de Leopoldina aprovou, durante sessão ordinária realizada nesta segunda-feira (14/8), Projeto de Lei nº 51/2017 de autoria do Executivo que “Dispõe sobre a concessão de contribuições e dá outras providências”.

A referida matéria estipulou o valor dos repasses que serão destinados para a realização dos concursos leiteiros de Tebas e Ribeiro Junqueira, além da Feira da Paz. O artigo 1º do referido documento legal informa que o valor do repasse será de R$12.500,00 para cada evento, totalizando R$37.500,00.

Na justificativa do projeto, o Poder Executivo reconheceu que as entidades realizam trabalhos que beneficiam os distritos e a população local, mas explicou que a crise que o município vem vivenciando em decorrência da crise econômica que assola o país e a queda na arrecadação determinaram a redução dos valores a serem repassados.

Assim que o projeto deu entrada na primeira sessão ordinária, foi aprovado pedido do Executivo e a referida matéria foi encaminhada à Comissão Especial formada por Kelvia Raquel, Waldair Barbosa Costa e Antônio Carlos Martins Pimentel, cujo parecer foi apreciado e aprovado na mesma sessão.

A matéria entrou em discussão na segunda reunião. Neste momento, Waldair Barbosa Costa explicou que o projeto não estava contemplando os demais distritos, pois eles não se manifestaram sobre a possibilidade de realização do concurso leiteiro.

Jacques Villela disse que o valor do repasse dificulta a realização da festa e ponderou que os parlamentares mais próximos do Governo tentem ajudar, viabilizando o pagamento do sistema de som através da Secretaria de Cultura.

Antônio Carlos Martins Pimentel informou que, em Ribeiro Junqueira, a renda do leilão não foi muito boa e por isso defendeu que o concurso deve ser feito de acordo com os valores recebidos e priorizando os produtores rurais.

Rogério Campos Machado ratificou que os organizadores devem fazer os eventos de acordo com os recursos recebidos e elogiou o concurso leiteiro de Tebas.

Em seguida, o Projeto de Lei nº 51/2017 foi aprovado por unanimidade em regime de urgência e seguiu para sanção do Poder Executivo.


(*)Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Leopoldina
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »