30/10/2018 às 20h19min - Atualizada em 30/10/2018 às 20h19min

Falta uma política efetiva de controle de animais abandonados em Leopoldina

Luciano Baía Meneghite
Nina é uma das muitas cadelas de rua que criam vários filhotes a cada vez, aumentando o problema doa animais abandonados. (Foto: Luciano Baía Meneghite - 28/10/2018)
Infelizmente Leopoldina nunca teve uma política de controle de proliferação de animais abandonados. O simples recolhimento de algumas dezenas de cães ao canil municipal é como enxugar gelo.  Um exemplo disso está aí na foto acima. Nina é uma vira-latas de rua que ajudamos cuidar.  Ela não é castrada e recentemente deu a luz a oito filhotes.  Graças a ajuda de vizinhos e pessoas que gostam de animais, estamos conseguindo casas para os cãezinhos.  Mesmo com o trabalho realizado por entidades como a AVAC ou por voluntários anônimos, ainda é grande o número de animais abandonados.

É comum ninhadas de cães e gatos serem abandonadas à beira de estradas ou jogadas em rios ou açudes. Outras pessoas abandonam fêmeas prenhes à própria sorte. Em menor número, mas também comum é o abandono de eqüinos, asininos e muares, geralmente animais de carga muito sacrificados e em final de vida. Tais atos são crimes previstos em lei, mas não temos informação de que alguém tenha sido punido. 

Algumas ONGs e médicos veterinários defendem a esterilização ou castração como sendo uma solução eficaz. Há, porém quem conteste alegando danos à saúde dos animais.

Uma medida mais aceita e segundo especialistas, mais barata é a obrigatoriedade de implantação de chips eletrônicos em todos cães e gatos. O chip contendo identificação do proprietário, dificulta posterior abandono. Tal ação é obrigatória em muitos países e em algumas cidades do Brasil.
 
Agradecemos à Rosilda Toni pelas roupinhas para cães que confeccionou e nos enviou e à Barbara Reis da AVAC por acolher e levar para adoção seis dos filhotes da Nina.  

Relembre algumas matérias relacionadas:

ONG conveniada com o poder público deveria cuidar de animais abandonados

Por falta de apoio AVAC anuncia encerramento de ajuda a animais abandonados

AVAC realiza Bazar beneficente no domingo, 05/04

Você adotaria um animal abandonado?

De onde surgiram tantos cães abandonados nas ruas de Leopoldina?

AVAC faz apelo por apoio para cuidar de animais abandonados

Família de Leopoldina cuida de cães abandonados em rodovias

AVAC pede ajuda para construir baias para animais abandonados

Égua abandonada perambula pelas ruas da Cohab Velha

Cães bem tratados soltos nas ruas atacam pessoas, denuncia leitor

Prefeitura cede funcionário para prestar serviços na AVAC
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »