09/12/2016 às 10h21min - Atualizada em 09/12/2016 às 10h21min

Programa Educacional da Polícia Militar forma mais de 240 jovens em Leopoldina

Dessa vez o PROERD trabalhou com alunos da Escola Municipal Ribeiro Junqueira, Colégio Equipe e Colégio Imaculada.

Texto e fotos: João Gabriel Baia Meneghite
Para muitos, apenas o policiamento ostensivo seria a solução no combate às drogas, no entanto, a integração da Polícia Militar com a comunidade é uma das boas práticas desempenhadas pela instituição, que lida diariamente com situações decorrentes deste problema social e de saúde pública, que têm devastado as famílias.

Conseguir envolver toda a comunidade escolar, pais, amigos e a sociedade leopoldinense têm sido o papel da 6ª Companhia Independente de Polícia Militar de Leopoldina que, desde 2003 formou milhares de alunos no PROERD - Programa Educacional de Resistência às Drogas.

Na noite desta quinta-feira (08/12), cerca de 240 alunos de três escolas receberam o certificado de participação do PROERD, que é uma adaptação brasileira do programa norte-americano Drug Abuse Resistence Education - DARE, surgido em 1983 e implantado no Brasil em 1992 pela Polícia Militar do Rio de Janeiro, e hoje é adotado em todo o Brasil.

Tendo como instrutor o Sargento Charles Henrique Coelho, o Proerd foi trabalhado na Escola Municipal Ribeiro Junqueira, no Colégio Equipe e no Colégio Imaculada Conceição com jovens entre 11 e 13 anos que estiveram cursando o 5º anos do ensino fundamental em 2016.

Convidado para ser o paraninfo da formatura, o empresário Fernando Martins Brandão, diretor da ‘Sol & Neve’ comentou que se sentia honrado pelo convite e destacou a importância em programas educacionais deste gênero. Ele parabenizou os militares pela organização do evento, os pais e toda a comunidade escolar por abraçarem a causa.
Premiação dos alunos que tiveram redações em destaques.
Na solenidade de formatura, além da entrega dos diplomas, houve apresentações diversas, como a banda denominada 'Amigos do Proerd', além de música e dança dos alunos. Houve também uma premiação das redações e alunos destaques no PROERD, além de homenagens diversas, como a entrega de um certificado ao Tenente Getúlio Carlos Rabelo, policial pioneiro na implantação do PROERD na região.

O Tenente Coronel da Polícia Militar Clóvis de Paula Pimenta também foi homenageado pelos colegas e pelos alunos, marcando a sua despedida no comando da 6ª Cia. PM. Ind de Leopoldina, já que vai aposentar-se. Ele destacou que o aprendizado do PROERD tem que ser levado para o resto da vida. Também chamou a responsabilidade para os pais serem mais freqüentes no acompanhamento pedagógico do filho na escola.

Ao final, ao som de muita música, a criançada vibrou com a presença do mascote do PROERD, o leão Daren, que representa um animal forte, resistente, que com sua coragem, domina o território e protege a sua prole dos inimigos, simbolizando que a droga é um inimigo da sociedade.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »