13/11/2017 às 08h46min - Atualizada em 13/11/2017 às 08h46min

Coroada de sucesso exposição de artistas leopoldinenses em restaurante

As obras ficarão em exposição até o dia 30 de dezembro e poderão ser compradas. O Restaurante Lobato fica à Rua Manoel Lobto nº 147 no Centro de Leopoldina

Marcia Vaz , curadora do projeto Café com Arte, e Gloria Barroso, uma das artistas em exposição no Restaurante Lobato, em Leopoldina
Com curadoria da jornalista Márcia Vaz Barbosa, Leopoldina ganhou no último dia 26 de outubro a ‘Exposição Trilogia Leopoldinense’, que reúne nas dependências do Restaurante Lobato, parceiro do projeto, telas e arte em gravuras de três dos mais renomados artistas contemporâneos de Leopoldina: Elias Fajardo, Glória Barroso e Paulo Roberto Lisboa.

O Projeto, batizado de “Café com Arte”, atraiu visitantes de Leopoldina e região e premiou o público com mostras da diversificada produção dos artistas. “Glória, Elias e Lisboa são artistas locais, com estilos diferentes, mas que estão harmonizados”, pontuou Márcia Vaz.

A Exposição apresenta ao público telas de Elias Fajardo  e Glória Barroso. Jornalista, escritor, pintor e membro da Academia Leopoldinense de Letras e Artes, Elias Fajardo  foi um dos dez finalistas selecionados no prêmio Jabuti 2005, na categoria romance, com o livro ‘Belo como um abismo’. Já a pintora, escritora e também membro da ALLA, Glória Barroso, é reconhecida por retratar em suas telas paisagens e temas inspirados na sua vivência.  

As gravuras são de autoria de Paulo Roberto Lisboa e impressionam pela técnica pura e apurada. Professor da UEMG e membro da International Association of Visual Artist and Art Historians da Sérvia, Lisboa vem colecionando inúmeros prêmios e exposições nacionais e internacionais desde quando se graduou na Escola Guignard, no final da década de 70. Este ano, o artista leopoldinense representa o Brasil na Trienal de Gravura na França.

As obras ficarão em exposição até o dia 30 de dezembro e poderão ser compradas. O Restaurante Lobato fica à Rua Manoel lobato nº 147 , no Centro de Leopoldina


Em visita ao Lobato, Elias Fajardo contempla as obras da Exposição " Trilogia Leopoldinense" e ressalta que nesta mostra estão seus primeiros quadros, pintados na década de 1990, que foram feitos em cima de pedaços de tela  de um painel de Funchal Garcia, que chegaram no seu cavalete através do amigo Luiz Raphael Domingues Rosa. 


Paulo Roberto Lisboa acaba de voltar da França onde representou o Brasil na Trienal de Gravura

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »