13/04/2016 às 00h00min - Atualizada em 13/04/2016 às 00h00min

Câmara presta homenagens com Cidadania Honorária e Medalhas do Mérito

Honrarias distinguem pessoas que tenham prestados relevantes serviços ao Município de Leopoldina

A Câmara Municipal de Leopoldina aprovou uma série de homenagens a várias personalidades. Todos os projetos de resolução foram aprovados por unanimidade e as iniciativas foram dos vereadores: Antonio Carlos Martins Pimentel, Carlos Antonio Rocha Paturi, Ivan Martins Nogueira, Kélvia Raquel Souza Ribeiro Santos e Oldemar Brazil Monenári. Veja quem são os homenageados:

Zilnadson Luiz Nascimento Viella, (Luis Silva Fight)

Foi distinguido com o título de Cidadão Honorário de Leopoldina o professor de artes marciais com especialização em Muaythai, Zilnadson Luiz Nascimento Viella, (Luis Silva Fight) natural de Salvador- Bahia, morando em Leopoldina desde 2002. Sob sua liderança a cidade de Leopoldina sediou a 1º Etapa do Campeonato Mineiro e Interestadual de Muaythai, um evento anual realizado pela Federação Mineira de Muaythai, com supervisão da Brazil Muay Thai Association.  Trinta e sete lutadores de várias regiões do Brasil estiveram reunidos em Leopoldina para a disputa do título de campeão mineiro. A Equipe Luis Silva Fight, de Leopoldina, filiada à Federação Mineira e à Brasil Muaythai Association, já vem desenvolvendo o esporte na cidade há alguns anos. A iniciativa da homenagem foi da vereadora Kélvia Raquel de Souza Ribeiro Santos.





Maria José Salles Fernandes

 
A funcionária da Casa de Caridade Leopoldinense, Maria José Salles Fernandes teve seu nome aprovado por unanimidade pela Câmara para receber a Medalha do Mérito Leopoldinense, por iniciativa do vereador Oldemar Brazil Montenári. Poetisa premiada no Concurso de Poesias Augusto dos Anjos, ela teve seu nome aprovado para integrar a Academia Leopoldinense de Letras e Artes e tem ativa militância no Movimento Espírita de Leopoldina, sendo fundadora do Grupo Teatral Seiva de Luz e do Lar Espírita André Luiz. Maria José também foi conselheira tutelar em Leopoldina por dois mandatos.

Joarês Silvio da Costa

A Câmara Municipal de Leopoldina aprovou por unanimidade a outorga da Medalha do Mérito Leopoldinense ao advogado Joarês Silvio da Costa. A iniciativa coube ao parlamentar Antonio Carlos Martins Pimentel. O homenageado é advogado há mais de 40 anos com grande atuação em toda a região. Foi professor e político com mandato de vereador por muitos anos em Leopoldina, sendo o mais votado em várias eleições. Joarês Silvio da Costa também atuou como assessor jurídico do Poder Legislativo local. Por sua forma educada de tratar as pessoas é muito querido e respeitado principalmente em Leopoldina e Cataguases, cidades onde tem maior atuação.



 
Pedro Augusto Machado Monteiro


 
O empresário e contabilista Pedro Augusto Machado Monteiro, proprietário da  Semar Assessoria Contábil, em Leopoldina e da Monteiro & Neder Comércio de Roupas, em Ubá, foi indicado pelo vereador Ivan Martins Nogueira para receber a Medalha do Mérito Leopoldinense com aprovação unânime pelos vereadores. Somente a Semar possui em sua carteira de clientes mais de 200 empreendedores nas áreas rural, serviços, comércio e indústria de pequeno, médio e grande porte localizados em várias  cidades da região entre as quais Leopoldina, Cataguases Laranjal, Muriaé, Pirapetinga, Ubá, Recreio, Miracema, Juiz de Fora, Duque de Caxias, Santos Dumont, Petrópolis, Teresópolis, Rio de Janeiro e São Paulo monitorando um somatório de faturamento da ordem de R$10 milhões/mês.A Semar possui sede própria em  Leopoldina e uma estrutura de negócios bastante inovadora, focada em resultados e tecnologia da informação com utilização de softwares avançados de contabilidade. Possui 30 empregados devidamente registrados e cuida com sua equipe da folha de pagamento de cerca de 1.500 funcionários/mês.

Cristiano Fófano Silva

 
Por indicação do vereador Oldemar Brazil Montenári, a Câmara Municipal aprovou por unanimidade a concessão da Medalha do Mérito Leopoldinense ao designer gráfico Cristiano Fófano Silva, um dos mais criativos do Brasil com premiações de nível nacional e internacional que reconhecem o seu talento na criação de logomarcas e cartazes promocionais para instituições e empresas. Recentemente, o designer leopoldinense apresentou identidade visual comemorativa de 50 anos da Eureka, uma das maiores empresas de transporte de cargas fracionadas da Zona da Mata Mineira. Diretor executivo na empresa Estúdio A2 Criação e Design, Cristiano Fófano estudou Criação e Produção Gráfica na Faculdade Impacta de Tecnologia.

Vânia Silva


A professora do Conservatório Estadual de Música Lia Salgado e Coordenadora da Creche São Francisco de Assis, localizada no bairro Bela Vista, Vânia Silva, foi indicada pelo vereador Carlos Antonio Rocha Paturi para receber a Medalha do Mérito Leopoldinense e teve seu nome aprovado por unanimidade pelos membros da Câmara Municipal de Leopoldina em virtude dos relevantes serviços prestados ao Município. Vânia tem licenciatura plena em educação artística com habilitação em música e bacharelado em piano, tendo estudado no Conservatório Brasileiro de Música no Rio de Janeiro e também no Conservatório Lia Salgado. Ela estudou pedagogia e supervisão escolar na FAFIC de Cataguases com pós graduação em didática do ensino superior na Faculdade Nair Forte Abu-Merhy, em Além Paraíba.








José Geraldo Cevidanes

A Câmara Municipal de Leopoldina aprovou projeto de resolução de autoria do vereador Leandro ‘Dandinho’ de Almeida Machado, conferindo o Título de Cidadão Honorário Leopoldinense a José Geraldo Cevidanes, atual presidente do Conselho Municipal de Planejamento e Segurança de Trânsito de Leopoldina e chefe do setor de Transportes  e Trânsito da Prefeitura de Leopoldina. Geraldo Cevidanes, popularmente conhecido como Geraldinho, é natural de Caratinga e sua vinda para Leopoldina aconteceu em 1980 junto com a empresa de ônibus Transcolin onde trabalhou em todos os setores até chegar ao posto de gerente geral até o ano de 2003 quando a empresa retornou sua sede para Caratinga, ocasião em que Geraldinho optou por permanecer em Leopoldina onde fez muitas amizades ao longo dos 36 anos que reside na cidade.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »