27/04/2018 às 09h41min - Atualizada em 27/04/2018 às 09h41min

Servidores recebem treinamento para iniciar poda de árvores urbanas de Leopoldina

Objetivo é que todas as árvores do município tenham o mesmo tratamento, visando realizar uma poda mais uniforme e menos agressiva.

Edição> Luiz Otávio Meneghite
Capacitação ocorreu na Secretaria Municipal de Meio Ambiente
A Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Leopoldina informou ao jornal Leopoldinense, que no último dia 23 de abril, as Secretarias Municipais de Meio Ambiente e de Serviços Urbanos, em parceria com o IEF-Instituto Estadual de Floresta, promoverama capacitação de todos os servidores que foram escalados para iniciar a poda de árvores no município. De acordo com a informação enviada por e-mail ao jornal, a capacitação ocorreu para que todas as árvores do município tenham o mesmo tratamento, visando realizar uma poda mais uniforme e menos agressiva.
 
Veja matérias relacionadas nos links abaixo
 

Poda de árvores tem que começar em maio e terminar em agosto, recomendam biólogos
 
População pede o início da poda de árvores urbanas em Leopoldina
 
87% dos leitores acham que poda de árvores não deve continuar durante a reprodução dos pássaros

A poda correta, as mutilações, o desleixo e a ignorância

Atraso na poda de árvores começa a prejudicar a reprodução dos pássaros

Árvores continuam sendo podadas apesar de período impróprio

Poda radical e fora de época mata milhares de pássaros

Projeto de lei propõe a preservação dos oitizeiros no município

Leitora denuncia mais podas radicais de árvores urbanas

Nota da redação do Leopoldinense>Quando deve começar a poda das árvores urbanas?

A poda deve ser realizada por uma empresa ou pessoa especializada e a melhor época para fazer a poda, é em períodos mais secos, de maio a agosto.  A poda feita no período chuvoso pode contribuir para que a árvore, com a exposição do corte, possa ser contaminada com fungos e bactérias resultando no seu apodrecimento. O cupim aproveita os galhos previamente apodrecidos pelos fungos para se alojar nas árvores.

No verão, quando as temperaturas se elevam é que sentimos o valor e a importância de uma árvore, pois as suas sombras amenizam a temperatura. O oitizeiro, árvore que predomina na arborização urbana de Leopoldina, é uma espécie fornecedora de ótima sombra, devido a sua copa frondosa, com folhagem compacta que varia do amarelo ao verde intenso, possuindo por isso, elevado valor ornamental. Possui madeira de boa durabilidade, e por isso é perfeita para o plantio em praças avenidas e jardins, além de ser recomendada para reflorestamento misto de áreas degradadas. Existe uma recomendação de não deixar o oitizeiro com copa alta, podando-a com altura de 3 a 3.5 metros de altura. A primeira poda deve ser feita de forma educativa para evitar o seu crescimento desordenado e os possíveis transtornos futuros.

Apesar de suas vantagens, o oitizeiro é uma árvore de muitos galhos, muitas folhas o que proporciona uma cidade que se suja facilmente, o que exige varrição diária e contribui também para o entupimento de galerias de águas pluviais, além do perigo de arrebentamento de cabos e fios elétricos que sua copa oferece.

Fonte de informação: Arquivo do Jornal Leopoldinense.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »