22/07/2016 às 10h30min - Atualizada em 03/08/2017 às 10h18min

CANTINHO GRAMATICAL 9º ARTIGO

EXTENSÃO ASPECTUAL DOS TEMPOS VERBAIS NO PASSADO

POR WALDEMAR PEDRO ANTÔNIO
Abordaremos  neste espaço  do  CANTINHO GRAMATICAL  uma  característica dos verbos em Português  que muitas pessoas  não supõem a existência  de tal fenômeno  .  Trata-se do  “ ASPECTO  VERBAL  “.  Iniciaremos  demonstrando  o conceito  :   é uma categoria gramatical própria do verbo que é visto como um processo  nas várias  fases de seu desenvolvimento . O aspecto pode considerar  a ação verbal  no seu início , no seu desfecho , no seu curso , num de seus  instantes  , na sua frequência .   Manifesta-se  nos  tempos verbais  indicando a duração da    ação , estado ou fenômeno .  Observe as  frases :   FALEI  COM  SEU  PAI  /  ESTAVA  FALANDO COM SEU PAI   .  Tanto “  FALEI “  quanto  “ ESTAVA  FALANDO “ manifestam um fato real  ( modo indicativo ) . Entretanto  nota-se uma distinção entre  as duas formas verbais  :  “ FALEI “ indica  uma ação completa , concluída , acabada no  passado   ;  “ ESTAVA  FALANDO “   indica uma ação inacabada , não concluída , em  curso ,  naquele momento do passado  . Veremos  agora  a tipologia  dos  aspectos  verbais  na Língua Portuguesa . Os que mais apresentam ocorrências  e os mais importantes  são  os aspectos perfeito  e  imperfeito  que  se expressam no passado verbal  . Nos  exemplos   :     “  OS ALUNOS  JÁ  TERMINARAM A PROVA “ ,  observa-se  uma ação concluída , terminada :  aspecto perfeito  ;  “  OS  ALUNOS  AINDA TERMINAVAM  A PROVA “  , o  que se interpreta  é uma ação contínua , não concluída , cursiva  : aspecto  imperfeito  ,  logo  concluímos que as expressões  PERFEITO  e  IMPERFEITO  presentes  nas  formas  de  PRETÉRITO  são distinções aspectuais .    Há ainda , no tempo passado da língua portuguesa , um aspecto indicativo de uma ação verbal que ocorre anteriormente  à outra já terminada , concluída expressa em outro verbo ( pretérito perfeito ) . Tal acontecimento manifesta-se no tempo verbal   PRETÉRITO-MAIS-QUE- PERFEITO  , como  ocorre  no exemplo:  “   QUANDO  O  ALUNO  CHEGOU  ,  O  PROFESSOR  JÁ SAÍRA   (  OU  TINHA  SAÍDO  )  DE SALA DE AULA.”  O  que  se nota nos exemplos  é  que  a ação concluída no pretérito perfeito do verbo  CHEGAR  ( chegada do aluno ) encerra-se  após  ao ato de  SAIR   (  saída do  professor )  . Logo, chegamos  à  conclusão  que a distinção , na língua portuguesa  entre os  três  pretéritos  ( PERFEITO  , IMPERFEITO  E  MAIS-QUE-PERFEITO  )  , se dá na noção  de  aspectos verbais :
  1. Ação concluída , acabada : PRETÉRITO  PERFEITO
  2. Ação   cursiva , inacabada :  PRETÉRITO  IMPERFEITO
  3. Ação ocorrida após  a  outra  ação concluída (pretérito perfeito ) :  PRETÉRITO MAIS-QUE-PERFEITO .
          Além dos aspectos  nos verbos que indicam ação , há  também  manifestação  aspectual  nos verbos  que  exprimem  ESTADO  ou  CONDIÇÃO  do  sujeito  ou  tipo  de  relação  que  há  entre  sujeito  e  predicativo  denominados  VERBOS  DE  LIGAÇÃO .
  1.  ASPECTO  PERMANENTE  :  estado  natural  ou  habitual  expresso pelo  verbo  SER .
Ex.   Aquela  menina  É  feliz  .  “  Vênus  É  um  planeta  “ .
  1.  ASPECTO  TRANSITÓRIO  :   estado  adquirido .
Ex.  Aquele  aluno  ESTÁ  ( ou  ANDA , ou  VIVE  )  resfriado .
  1.   ASPECTO  PERMANSIVO  :   mudança  de  estado .
Ex.   De  repente  aquele  senhor  FICOU  triste .   Meu  professor  TORNOU-SE   mestre  .
  1.    ASPECTO  DURATIVO  :    duração  de  estado .
  Ex.   Diante  do  juiz  ,  o  acusado  CONTINUOU  (  ou  PERMANECEU  )  silencioso .
  1.     ASPECTO  APARENTE  :   aparência  de  estado   -  natural  ou  adquirido  .
  2.     Ex .   Aquela  mulher  PARECE   preocupada .    “  Vênus  PARECE  uma  estrela  “ .
OBS )   Embora  a  Nomenclatura  Gramatical  Brasileira  (NGB)  não  classifique  tais  estados  e  aspectos ,   parece-nos  útil   a  compreensão  estilística  detectada  em  cada situação  frasal .


GABARITO   No.  9 

I -  Indique  os  aspectos  verbais  nos  verbos  de  ligação :
  1.  Tudo  é  maravilhoso  . PERMANENTE   2-  O  professor  tornou-se  mestre . PERMANSIVO
  1.  João  anda  muito  triste . TRANSITÓRIO  4-  O  depoente  permaneceu  calado DURATIVO
  1. A  terra  parece  imóvel  . APARENTE   6-  O   sofrimento  virou  esperança . PERMANSIVO
  1.  O  aluno  ficou  aborrecido  PERMANSIVO  -8- O  menino  vive  tristonho  . TRANSITÓRIO
II-  Indique  os  aspectos  verbais  nos  verbos  auxiliares  :
  1. Passei  a  dar  minha  opinião .   CURSIVO
 2-   Tornei  a  falar com ele . CURSIVO
        3-Haverei  de  vencer na vida .  VOLIÇÃO   
        4-  Devo  estudar  mais .  NECESSIDADE
        5- Seus  olhos  parecem  brilhar . APARÊNCIA                                                                                       6-  Posso tentar novamente.  POSSIBILIDADE
7-Tentarei  descobrir  o  segredo .  INTENÇÃO 
8-  Parei de obedecer . MOMENTO  FINAL
9-  Voltarei  a  falar  com ele . ITERATIVO 10-  Estarei  terminando a trabalho. CURSIVO
III-  Estabeleça  a  distinção  aspectual  nos  tempos  do  passado :
  1.  
      2--    Enquanto  falava , fumava . AÇÃO  CURSIVA   (  inacabada )
      3-O  trem  já  havia  partido , quando  cheguei  à  estação .  AÇÃO  OCORRIDA    APÓS  OUTRA  AÇÃO  CONCLUÍDA . (  pretérito  perfeito  )
  1. Assisti  a  muitos  jogos .  AÇÃO   CONCLUÍDA
  2. Quando  entramos  em  sala  , o  professor  já  saíra muito  antes . AÇÃO  OCORRIDA    APÓS  OUTRA  AÇÃO  CONCLUÍDA . (  pretérito  perfeito  )
Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »