15/03/2017 às 09h39min - Atualizada em 15/03/2017 às 09h39min

Cantinho Gramatical nº 40

WALDEMAR PEDRO ANTÔNIO

Cantinho  Gramatical  aproveitará  este  espaço  para  a  demonstração  de   anomalias  verbais que  têm  ocorrência  na  língua  portuguesa , apresentando  muitas  dificuldades  no  emprego  correto  destas  formas  verbais  :  VERBOS  DEFECTIVOS   e   VERBOS  ABUNDANTES

      DEFECTIVO  é  o  verbo que ,  na  sua  conjugação ,  não  apresenta  todas  as  formas  .  A  defectividade  verbal  é  devida  a  várias  razões,  entre  as  quais  a  eufonia  e  a  significação . Quase  sempre  faltam  as  formas  rizotônicas  (  vogal  tônica  na  raiz  da  forma  verbal )   dos  verbos  defectivo .  Há  certa  disparidade  que  por  vezes  se  encontra  na  relação  das  gramáticas . Por  exemplo :  se  a  tradição  da  língua  dispensa ,  por  dissonante , a  1ª.  pessoa  do  singular do  verbo  COLORIR  (coloro ) ,  não  se   mostra  igualmente  exigente  com  a  1ª. pessoa  do  singular  do  verbo  COLORAR  (  eu  coloro : correto porque  não  é  defectivo  ) .

       Os  verbos  defectivos  subdividem-se  em  PESSOAIS , UNIPESSOAIS  E  IMPESSOAIS .                                   A -   PESSOAIS  são aqueles que  podem , quanto  ao  sentido , ser  conjugado  em  qualquer pessoa , mas  que,  geralmente , por  eufonia , não  possuem  algumas  formas .  É  na  3ª.  conjugação  que  se  encontra  a  maioria  dos  verbos  defectivos .  Há  os  seguintes  grupos  de  verbos   defectivos  ,  em  português :
  1. Os  que  não  se  conjugam  nas  pessoas  em  que  depois do  radical  aparecem  “ A”  ou  “ O “ :
ABOLIR , EXTORQUIR , PUIR ,  EXPLODIR ,  DEMOLIR , IMPINGIR , RUIR , COLORIR , etc.
Observação :  Tais  verbos  também  não  se  empregam  no  presente  do  subjuntivo , imperativo negativo , e  no  imperativo  afirmativo  só  apresentam  as  segundas  pessoas  do singular e plural .
  1. Os  que  se  usam unicamente nas  formas em  que  depois  do  radial  vem um  “ i “ :  FALIR , FLORIR , RESSARCIR , ESBAFORIR , etc.
  2. Os  que  oferecem  particularidades  especiais :
  1. PRECAVER(-SE)  e  REAVER .  No  presente  do  indicativo  só  têm as  duas  primeira  pessoas  do  plural  (  NÓS  e  VÓS ) . Ex. PRECAVEMOS , PRECAVEIS ;  REAVEMOS ,  REAVEIS .  No  imperativo  afirmativo :   PRECAVEI  ,  REAVEI .  Faltam-lhes o  imperativo  negativo  e  o  presente  do  subjuntivo . Observação :  ADEQUAR  e   ANTIQUAR  seguem  as  mesmas  orientações  do  grupo  .
    B -   UNIPESSOAIS  são  os  que  só  se  conjugam  na  3ª.  pessoa  do  singular  ou  na  3ª.  pessoa  do  plural . Estão  nesse  caso  os  verbos  que  exprimem  vozes  de  animais e  os  verbos  de  ocorrência :  OCORRER , ACONTECER , SUCEDER , SOBREVIR .
     C -  IMPESSOAIS  são  os  verbos  que  só  se  conjugam  na  3ª.  pessoa  do  singular . É  o  que  se dá ,  por  exemplo , com  os  verbos  que  exprimem  FENÔMENOS  DA  NATUREZA :  CHOVER , VENTAR , TROVEJAR , RELAMPEJAR , etc.   Observação :  em  sentido  figurado , estes  verbos  podem  ser  empregados  pessoalmente . Ex.  Choveram  cartas  de  parabéns .  As  ruas  amanheceram  embandeiradas .

  VERBOS   ABUNDANTES   é  que  apresenta  duas  ou  três  formas  de  igual  valor e  função :  HAVEMOS  e  HEMOS ;  CONSTRÓI  e  CONSTRUI ; ENTUPE  e  ENTOPE ;  REQUER  e  REQUERE .         Normalmente  esta  abundância  de  forma  ocorre  no  PARTICÍPIO .
Existe  ,  no  particípio , grande  número  de  verbos  que  admitem  dois  ( e  uns  poucos  até  três ) particípios :   um  REGULAR ,  terminado   em  -ADO  ( 1ª.  conjugação ) ou  -IDO  (  2ª.  e  3ª.  conjugação ) ,  e  outro  IRREGULAR  ,  proveniente  do  latim ou  de  nome  que  passou  a ter  aplicação  como  verbo ,  terminado  em  -TO , -SO .

OBSERVAÇÃO :  Em  geral  emprega-se  a  forma  REGULAR ,  que  fica  invariável  com  o  auxiliar  TER  e  HAVER , na  voz  ativa ,  e  a  forma  IRREGULAR , que  se  flexiona  em  gênero  e  número ,  com  os  auxiliares  SER ,  ESTAR  e  FICAR ,  na  voz  passiva .
Exemplos :  Nós  TEMOS  ENTREGADO   os  documentos .

 Os  documentos  TÊM  SIDO  ENTREGUES  por  nós .

Vejamos alguns exemplos de verbos que possuem duas formas no particípio, ou seja, VERBOS ABUNDANTES:
VERBOS                                                  REGULARES              IRREGULARES

ENCHER - enchido, cheio
FIXAR - fixado, fixo
CORRIGIR - corrigido, correto
ACENDER - acendido, aceso
ACEITAR - aceitado, aceito
ELEGER - elegido, eleito
ENTREGAR - entregado, entregue
EXTINGUIR - extinguido, extinto
FRITAR - fritado, frito
EXPELIR - expelido, expulso
LIMPAR - limpado, limpo
MATAR -                                                     matado,                           morto

“  VAMOS   PRATICAR  ?  “

A  -  Complete as lacunas a seguir utilizando o particípio regular ou irregular dos verbos entre parênteses, de acordo com a forma mais aceita pela norma culta:
 a) O candidato foi _____________ com mais de 200 mil votos. Muitos dos que haviam ____________ na eleição anterior votaram nele novamente. (eleger)
b) O imposto já foi ____________. (pagar)
 c) Àquela altura, já poderia ter ____________ seus débitos, se não tivesse ____________ todo o dinheiro que tinha ____________ (pagar, gastar, ganhar)
 d) A lei tinha já ____________ qualquer penalidade para aquele ato que não mais era considerado elícito. (extinguir)
 e) Os operários estavam ____________ do imposto. (isentar)
 g) O diretor havia __________ o aluno porque ele tinha ___________ as paredes da sala. (expulsar / pichar)
 f) No cardápio estava ___________ a gorjeta, por isso o garçom ficou ___________ com minha atitude. (incluir, surpreender)
 g) Na construção da praça de esportes tinham _____________ toda a economia feita, mas todos tinham ____________ com a obra. (gastar/ ganhar)
 h) Tinha ____________ 10 anos por assalto, mas já estava ___________ há qual quatro e tinha ____________ para sua mulher mudar de vida. (pegar, libertar, prometer).
i) No acidente, os ocupantes do veículo haviam ficado ----------------------nas ferragens. (prender)
j) O espetáculo foi ------------- em virtude do mau tempo. (suspender)
 k) O garoto foi ----------------pelo Corpo de Bombeiros que atuava naquela região. (salvar)
 l) Sua proposta foi ---------------------por todos durante a reunião. (aceitar)
 m) O candidato de sua preferência foi -------------- pela segunda vez, ocupando agora o cargo de Governador. (eleger)
 n) Vovó já havia ------------------ os bolinhos de chuva. (fritar)
o) O candidato foi _____________ com mais de 200 mil votos. Muitos dos que haviam ____________ na eleição anterior votaram nele novamente. (eleger)
p) O imposto já foi ____________. Menos mal, porque todo o dinheiro deste mês já foi ____________ e não há perspectiva de que outro seja ____________ (pagar, gostar, ganhar)
q) Àquela altura, já poderia ter ____________ seus débitos, se não tivesse ____________ todo o dinheiro que tinha ____________ (pagar, gastar, ganhar)
r) Ele havia ____________ o portão. De lá podia ver o que se passava sem ser ____________. Dessa forma, foi-lhe possível certificar-se de tudo o que havia sido ____________ e ____________ pelo ex-proprietário do imóvel. Valera a pena ter ___________ ! (entreabrir, ver, dizer, escrever, vir).
s) A lei tinha já ____________ qualquer penalidade para aquele ato que não mais era considerado elícito. (extinguir)
t) Os operários estavam ____________ do imposto já que os tinha  ____________  meio salário naquele mês. (isentar)
u) O diretor havia __________ o aluno porque ele tinha ___________ as paredes da sala. (expulsar / pichar)
v) No cardápio estava ___________ a gorjeta, por isso o garçom ficou ___________ com minha atitude. (incluir, surpreender)
B  - Sobre os verbos defectivos, é correto afirmar:
I. Os verbos defectivos são aqueles que apresentam deficiência na sua conjugação, ou seja, por não apresentarem todas as formas verbais, não podem ser conjugados em determinadas pessoas, tempos ou modos.
II. Os verbos defectivos apresentam-se de acordo com o modelo de sua conjugação, sendo suas formas predizíveis graças às regras gerais de flexionamento.
III. Existem várias razões para que determinados verbos sejam classificados como defectivos, entre elas estão a eufonia e a significação. 
IV. Os verbos defectivos são aqueles que apresentam duas formas de mesmo valor. Em geral, essas formas são mais frequentes no particípio.
V. Quase sempre faltam as formas rizotônicas dos verbos defectivos. Chama-se rizotônica a forma verbal que tem a sílaba tônica no radical.
a) II e IV.
b) I, III e V.
c) I, II e V.
d) II, III e IV.
e) II e V.
 
Waldemar   Pedro   Antonio                               e-mail :   [email protected]

Link
Tags »
Cantinho Gramatical nº 40
Relacionadas »
Comentários »