04/11/2020 às 22h18min - Atualizada em 04/11/2020 às 22h18min

O DENTE FUJÃO

Choveu um pouco antes da caminhada  de um dos políticos que visitou o nosso bairro dos Pirineus. Isso foi na semana passada e mesmo com um leve sereno as pessoas saíram de suas casas para apreciar  o desfile de candidatos distribuindo santinhos e acreditem, até abraços.

Uma vizinha, a mais empolgada, antes mesmo que o cortejo chegasse à nossa rua, já estava  a postos na calçada e a todo vapor, falava ,gesticulava, até que, seu dente  se soltou e caiu no filete de enxurrada que ainda escorria no canto da rua. Aí, foi um Deus nos acuda!  Em vez do nome do candidato ela passou a gritar:

-“Meu dente ,cerca ,cerca, tá descendo...Gente ,não deixa ele cair no bueiro!”

O pessoal mais a frente ,nada entendia, até que alguém mais atento olhou para o chão e viu o dente rolando entre água e folhas e gritou, achei!. Sorte dela que ele se agarrou nos matinhos  da rua  e ela conseguiu chegar a tempo de resgatá-lo a dois passos do bueiro. O dente, um provisório, pois ela está se submetendo a um implante, foi guardado no bolso com todo cuidado e ela, nem pode dar um sorriso quando o candidato barulhento passou
Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »